Ex-lutadora de MMA morre após sofrer um aneurisma

Katy Collins foi uma lutadora do Bellator, de apenas 32 anos, e tinha sido internada na última sexta-feira (20)

Katy Collins foi uma lutadora do Bellator, de apenas 32 anos, e tinha sido internada na última sexta-feira (20)

Katy Collins foi uma lutadora do Bellator, de apenas 32 anos, e tinha sido internada na última sexta-feira (20)

Folha de Pernambuco

Morreu nesta quarta-feira (25), aos 32 anos, a norte-americana ex-lutadora de MMA Katy Collins, devido ao rompimento de um aneurisma cerebral. A notícia foi confirmada por seu treinador nas redes sociais.

Katy foi internada na última sexta-feira (20) devido ao rompimento de um aneurisma no cérebro, o que causou um derrame, informou a sua irmã nas redes sociais. Na quarta-feira (25), seu treinador JT Tilley publicou no Facebook uma mensagem de despedida, confirmando sua morte.

"A luta acabou. Você nunca parou de lutar e nós nunca desistimos de você. Apenas não estava nas cartas. Eu serei sempre muito orgulhoso de você, Katy. Eu fiquei honrado de viver o seu sonho com você. Eu nunca trocaria isso por nada. Vou sentir sua falta mais do que as palavras podem mostrar", escreveu.

Leia também:
Lutador de MMA morre em acidente de carro no Agreste
Amanda Nunes vira novo rosto do MMA no Brasil
Após título, Bate-Estaca tem missão de popularizar MMA no País


Seus amigos haviam começado uma campanha de arrecadação na internet para custear os gastos de Katy no hospital. Conhecida como Red Dragon (Dragão Vermelho), Katy ganhou notoriedade ao vencer seis de suas sete primeiras lutas de 2015, incluindo três vitórias por nocaute técnico e três finalizações. Ela deixa dois filhos.