Pernambuco ocupa o terceiro lugar em mortes por Covid-19 no Brasil

Estado ultrapassou as marcas de mil casos confirmados e de cem mortes causadas pelo novo coronavírus

Estado ultrapassou as marcas de mil casos confirmados e de cem mortes causadas pelo novo coronavírus

Estado ultrapassou as marcas de mil casos confirmados e de cem mortes causadas pelo novo coronavírus

Folha de Pernambuco

Pernambuco ultrapassou as marcas de mil casos confirmados e de cem mortes por Covid-19, além de registrar mais um recorde diário de doentes e vítimas fatais, passando a ser o terceiro Estado do Brasil com maior numero de mortes e o quinto em casos confirmados.

Segundo boletim divulgado nesta segunda (13) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), 194 novos diagnósticos positivos foram acrescentados às estatísticas, totalizando 1.154 ocorrências do novo coronavírus. Também foram contabilizados mais 17 óbitos provocados pelo vírus, aumentando para 102 o número de pessoas que não resistiram às complicações da enfermidade.

Leia também:
Isolamento já evitou ao menos 200 mortes no Recife
Reeducanda do Recife é primeiro caso de Covid-19 no sistema prisional de PE


Entre os destaques do balanço está a morte de um menino de sete meses, morador do Recife, que tinha síndrome de Down, hipertensão pulmonar e cardiopatia congênita. Em 5 de abril ele deu entrada no Imip com febre, tosse e cansaço. No dia 8, foi transferido para o Hospital Correia Picanço e internado na UTI. Durante seu tratamento, usou antibióticos, como azitromicina.

Também fez uso da hidroxicoloroquina. A criança evoluiu para um quadro de choque séptico e morreu no domingo (12). O bebê passou a ser a vítima fatal mais jovem do Estado. Até então, era um adolescente de 15 anos de São Lourenço da Mata.

Durante coletiva realizada pela internet, o secretário estadual de Saúde, André Longo, informou que 377 profissionais de saúde foram diagnosticados com Covid-19, o equivalente a 33% dos 1.154 casos registrados no Estado. “A testagem abrange profissionais de todas as unidades de saúde, das redes estadual e municipal, além de unidades privadas. Inclusive, fomos o primeiro estado do país a criar procedimento de testagem e afastamento desses profissionais", disse. Longo disse ainda que não há falta de equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde nem insumos para diagnóstico dessa categoria.

A testagem desses profissionais será incrementada com a chegada de exames rápidos entregues pelo Ministério da Saúde e que devem começar a ser distribuídos hoje aos municípios do Estado. Sobre o monitoramento da população em geral, o secretário informou que a expectativa é ampliar os exames e realizar de 300 a 400 testes por dia, por meio do Lacen-PE, Fiocruz-PE, laboratório privado.

"Estamos em franca aceleração da epidemia em Pernambuco. Não alimentem falsas esperanças. Precisamos preparar toda a população para a chegada da pandemia", destacou André.

Transplantes
Por conta da pandemia, a realização de transplantes de órgão vem caindo em Pernambuco. Durante a coletiva on-line, o secretário estadual de Saúde informou que houve uma diminuição de 40% nas doações em março deste ano, comparado ao mesmo mês de 2019. Neste mesmo período a negativa familiar teve aumento de 24%, no Estado.

“O número de doadores diminuiu porque houve redução dos acidentes terrestres pela menor circulação de veículos que temos nas ruas. Uma parte expressiva de doadores vinham destas ocorrências”, falou André Longo.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

+ Coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo  + Coronavírus na Política + Coronavírus na Economia + Coronavírus em Diversão&Arte + Coronavírus no Esporte