Pré-convocado, LeBron deixa em aberto ida às Olimpíadas

Ausente na Rio-2016, ala do Los Angeles Lakers admite que condição física pode exigir dele um descanso

Ausente na Rio-2016, ala do Los Angeles Lakers admite que condição física pode exigir dele um descanso

Ausente na Rio-2016, ala do Los Angeles Lakers admite que condição física pode exigir dele um descanso

Folha de Pernambuco

LeBron James está na lista prévia da seleção masculina de basquete dos Estados Unidos para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. Mas ele mesmo não sabe se disputará a competição.

Ausente na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, o ala do Los Angeles Lakers admite que a condição física pode exigir dele um descanso. Foi justamente o motivo que tirou o astro da competição no Brasil.

Leia também:
LeBron e Antetokounmpo definem equipes do All-Star Game
Prometo dar continuidade ao seu legado, diz LeBron sobre Kobe
LeBron completa 35 anos com 9 mil assistências na carreira

"Depende sempre de meu corpo, de como meu corpo estará se sentindo no final da temporada -espero ter muitas disputas nos playoffs", explicou ele, segundo o jornal Los Angeles Times.

Os playoffs da NBA vão até junho, enquanto o torneio olímpico será disputado entre 25 de julho e 9 de agosto.

"Depois, depende de onde minha mente está e de onde a cabeça de minha família está. Então, há muitos fatores, mas meu nome está na lista", acrescentou.

Caso participe, será a quarta edição de Jogos Olímpicos de LeBron James. Em Atenas-2004, ele e os EUA foram medalha de bronze. Depois, em Pequim-2008 e Londres-2012, foram ouro.

Além dele, outros quatro jogadores do Los Angeles Lakers estão na lista de 44 pré-convocados da seleção dos EUA: Anthony Davis, Kyle Kuzma, JaVale McGee e Dwight Howard. Para Lebron, o contigente do time californiano na relação é "espetacular".

"Isso é incrível. Estamos muito bem representados com o Lake Show em vermelho, branco e azul. Então, é algo bem legal", analisou.