Real Jardim e Nova Divinéia comemoram títulos regionais do Recife Bom de Bola

Equipes garantiram vaga na disputa da Copa dos Campeões, que pela primeira vez dá direito a premiação em dinheiro

Equipes garantiram vaga na disputa da Copa dos Campeões, que pela primeira vez dá direito a premiação em dinheiro

Equipes garantiram vaga na disputa da Copa dos Campeões, que pela primeira vez dá direito a premiação em dinheiro

Folha de Pernambuco

As equipes do Real Jardim e do Nova Divinéia conquistaram os títulos regionais da RPA-6 do Recife Bom de Bola 2019, nas categorias Sub-15 e Sub-17, e garantiram vaga na disputa da Copa dos Campeões, que pela primeira vez dá direito a premiação em dinheiro. As partidas decisivas aconteceram na manhã do último sábado (2), no campo da Vila da Sudene, no bairro do Ipsep, respectivamente contra o Náutico Ipsep e a Escolinha do Bilu. O maior campeonato de futebol de várzea do mundo é realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel).

Na primeira partida da rodada, pelo Sub-15, o Real Jardim venceu o Náutico Ipsep por 1x0, após uma disputa equilibrada em que os alvirrubros tiveram as melhores chances. O gol decisivo foi marcado na etapa final, pelo atacante Matheus Igor, escorando de cabeça cruzamento do lado esquerdo. Logo em seguida, o Nova Divinéia sagrou-se campeão regional do Sub-17 ao derrotar a Escolinha do Bilu, também pelo placar mínimo.

A Copa dos Campeões reúne os vencedores regionais das categorias Aberto, Sub-15 e Sub-17, além dos dois melhores segundos colocados. Este ano, o Recife Bom de Bola bateu recorde de inscrições e tem mais de 600 equipes participantes, totalizando cerca de 14 mil atletas. Além disso, pela primeira vez haverá premiação em dinheiro para o futebol de campo, que distribuirá um total de R$ 20 mil em prêmios para as sete categorias (Aberto, Veterano, Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Feminino). A competição acontece até o dia 15 de dezembro.

Leia também:
Português/Aeso conquista medalha de prata no Brasileiro de Handebol
Djokovic bate Shapovalov e é campeão do Masters 1000 de Paris