Saiba como manter a imunidade em alta

Conheça os alimentos que podem ajudar o corpo a se prevenir de infecções virais

Conheça os alimentos que podem ajudar o corpo a se prevenir de infecções virais

Conheça os alimentos que podem ajudar o corpo a se prevenir de infecções virais

Folha de Pernambuco

Os casos confirmados do novo Coronavírus seguem avançando em todo o Brasil. O número de suspeitas em análise nem se fala. Embora ainda haja dúvidas sobre cuidados e prevenção da doença, principalmente por quem esteve em países afetados na Europa e na Ásia, profissionais de saúde adiantam a importância de blindar o corpo de dentro para fora, pelo fortalecimento do sistema imunológico para a luta contra infecções virais.

Como na maioria das contaminações por vias respiratórias, a exemplo de uma gripe, a forma de contágio do Covid-19 não poupa ninguém. Qualquer um está susceptível ao problema. No entanto, além de adotar medidas de higiene pessoal que diminuem as chances de exposição, é possível blindar o sistema imunológico, através de boa alimentação e hábitos saudáveis, para o caso de o corpo ter que enfrentar o vírus de maneira ativa. “A busca incessante por máscaras, álcool gel e vitamina C aumentou significamente nas farmácias do Recife entretanto, é necessário fortalecer nossa imunidade não somente nesta fase alarmante, mas para prevenção de gripes e resfriados que acometem o ano inteiro, independentemente da idade”, alerta a nutricionista Munique Gomes.

Os alimentos ricos em vitamina C são os protagonistas nesse assunto. Leia-se frutas cítricas como laranja, acerola, caju, morango, tangerina, limão e abacaxi. Isso sem falar em folhas verdes como espinafre, rúcula, brócolis que, além de conter vitamina C, possuem ferro, cálcio e magnésio. “Alimentos ricos em selênio, castanhas do Pará, castanha de caju e gengibre agem como antiinflamatório, já o alho é um antibiótico natural”, reforça Gomes.

Para a nutricionista Larissa Vilanova, vitamina D também é essencial. “É fundamental para o bom funcionamento do corpo como um todo, age na melhora do sistema imunológico, prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, atua no estímulo da secreção insulínica, fortalece o tecido ósseo, influência na função muscular, regula o processo inflamatório e ainda melhora a saúde reprodutiva”, resume. Enquanto isso, o própolis é a mais potente substância contra gripes e resfriados, com devida comprovação científica, segundo a especialista.

Até então, você já deve ter percebido que o sistema imunológico reúne vários elementos que interagem entre si. Por isso, não basta ter o aporte de um ou outro nutriente, mas um conjunto deles. Sendo assim, o ômega 3 também entra nesse pacote do bem, através de sardinha, salmão, atum, linhaça e chia. “Evidências científicas reforçam que ele tem papel protetor contra as doenças cardiovasculares, o aumento da sensibilidade à insulina, ter efeito anti-inflamatório, além de reduzir colesterol e frações, prevenindo a dislipidemia”, completa Vilanova. Ainda sobre o ômega 3, ele está envolvido na manutenção da pressão arterial, auxiliando na integridade do cérebro.

Estilo de vida

Mas não adianta cuidar da alimentação sem ficar atento aos hábitos do dia a dia. Correria, estresse, insônia, tabagismo e excesso de bebida alcoólica, por exemplo, podem afetar bastante a resposta imunológica, diminuindo as chances de defesa do organismo. “Atingindo a recomendação diária de consumo de frutas e vegetais, você já garante uma defesa melhor para o seu corpo. O consumo deve ser de cinco porções por dia, sendo três de frutas e duas de vegetais”, orienta a nutricionista Aline Gomes.

Leia também:
Desnutrição e obesidade
Nutrição é fator decisivo na compra

“Além dos cuidados com a alimentação, é importante a prática regular de exercícios físicos, porque aumenta a produção de anticorpos e reduz o estresse”, acrescenta. Entenda esse cuidado também pelo equilíbrio de corpo e mente, uma vez que os problemas emocionais desestabilizam a saúde como um todo.