BMW anuncia SUV elétrico compacto com 500cv

Com dois motores elétricos e a polêmica grade ampliada, modelo chega no próximo ano

Modelo tem dois motores elétricos que juntos despejam 500 cv de potência

Modelo tem dois motores elétricos que juntos despejam 500 cv de potência

Reprodução Internet

Projetado em uma nova plataforma modular o iX foi apresentado pela BMW Group. O Crossover, que antecipa a nova geração de veículos 100% elétricos, terá o lançamento global no segundo semestre do próximo ano e será fabricado em Dingolfing, na Alemanha, de onde sairá equipado com direção autônoma e com a quinta geração da tecnologia eDrive com dois propulsores eletrificados.

Crossover tem polêmica grade ampliada

Crossover tem polêmica grade ampliada

Reprodução Internet

O design é minimalista e bastante futurista para os padrões atuais, além de seguir os traços já presentes no X5, X6 e X7. Inclusive tem quase as mesmas dimensões de comprimeiro, largura e altura dos seus irmãos mais velhos. Claro, o interior segue a tendência do exterior, e conta duas amplas telas para possibilitar o máximo de conectividade para os ocupantes. 

Design é minimalista e bastante futurista para os padrões atuais

Design é minimalista e bastante futurista para os padrões atuais

Reprodução Internet

Motor elétrico

Em relação a mecânica, o iX conta com a eDrive de quinta geração, que são na verdade dois motores elétricos, que juntos têm a potência máxima de 370 kW ou 500 cv de potência. Com eles, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 5 segundos segundo o comunicado de imprensa da marca.

Modelo vai de 0 a 100 km/h em 5 segundos

Modelo vai de 0 a 100 km/h em 5 segundos

Reprodução Internet

O consumo de 21 kwh por 100 quilômetros é bastante frugal considerando o perfil do iX. A autonomia máxima chega aos 600 quilômetros e a recarga rápida da bateria pode ser feita de 10% a 80% em, aproximadamente, 40 minutos. Com dez minutos de carga é possível rodar mais de 120 quilômetros. Porém, se for realizar uma recarga completa, ou seja, de 0% a 100% o tempo será de 11 horas em tomadas residenciais comuns.

Marca deve trazer o modelo nem que seja para marcar território no país

Marca deve trazer o modelo nem que seja para marcar território no país

Reprodução Internet

Com a divulgação da BMW no país é certo que a marca deve trazer o modelo nem que seja para marcar território no país. Mas isso levará pelo menos um ano para acontecer.

Ainda não testamos a iX, mas já andamos na X1. Veja como ela se saiu. 

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas