Peugeot dobra produção fábrica na Argentina

Aumento da produção se deve a boa aceitação do novo 208

marcos camargo jr

Recém chegado no Brasil, o Peugeot 208 ganhou uma boa aceitação na América do Sul e atingirá 10 mil unidades produzidas em novembro. Com isso a montadora teve que abrir um segundo turno para produção do hatch na fábrica de El Palomar, na Argentina, onde o carro é fabricado e importado para cá.

Atualmente a planta tem instalada a produção dos modelos Peugeot 308, 408 e Partner, e dos Citroën Berlingo e C4 Lounge (que por hora não está sendo mais importado para o Brasil).

marcos camargo jr

O novo 208 vem recheado de tecnologia, além de ser o primeiro modelo PSA na América Latina a usar a plataforma modular CMP. O modelo se destaca com itens de série como alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, assistente de manutenção de faixa (com alerta e intervenção no volante), leitor de placas de velocidade e farol alto automático, além de painel digital com efeito 3D (na versão topo de linha), carregador de celular por indução e faróis full-LED.

Sob o capô a Peugeot equipou o 208 com o conhecido motor 1.6 EC5 de 118 cv e 15,2 kgfm de torque. O câmbio é Aisin de seis velocidades.

marcos camargo jr

Um ponto que pode jogar contra o hatch da montadora francesa são os preços elevados. Com valores a partir de R$ 74.990 a R$ 94.990, o 208 se torna o modelo mais caro da categoria.

*Por Guilherme Magna

Últimas