Gestão do tempo e produtividade

Reprodução

Não é de hoje, mas com tantos meios de informação a gestão do tempo é mais do que nunca necessária, para que seu tempo seja melhor aproveitado, te ajudando a ser muito mais eficiente na realização dos seus projetos e na sua produtividade durante o expediente de trabalho.

Alguns métodos podem te auxiliar na melhora das suas atividades, por isso, hoje abordaremos esse assunto que é de suma importância para o crescimento pessoal e profissional, podendo também ser usado dentro das empresas.

A gestão do tempo é necessária para a organização e planejamento da sua rotina, podendo utilizá-la em diversas áreas, organizando as suas tarefas, as atividades e planejando a rotina para que os esforços sejam mais eficientes e o tempo seja dividido de forma inteligente. Sendo assim, a gestão de tempo será executada rapidamente e de forma certeira, aumentando a produtividade e alcançando melhores resultados.

Tem dificuldades em adaptar o seu tempo e rotina? Aprenda agora a gerenciar o seu dia para realizar as suas atividades organizacionais com mais produtividade!

Gestão do Tempo

É importante ter em mente algumas informações: Trabalhar dobrado não é sinônimo de gestão do tempo, mas sim em todas as atividades do dia a dia serem bem aproveitadas. A gestão do tempo não deve ser utilizada apenas em tempo de crise, mas ser uma característica que te beneficia e beneficia a quem está ao seu redor.

A gestão do tempo e produtividade são conceitos correlatos, um profissional organizado influencia diretamente no seu rendimento. Esse gerenciamento não é apenas para fazer mais coisas em um mesmo dia, mas sim controlar o tempo disponível para melhorar o seu desempenho. A administração incorreta do tempo pode causar frustrações e cansaço excessivo.

Lembre-se o gerenciamento do tempo não é para te transformar em um robô e fazer tudo cronometradamente, mas otimizar o seu dia, deixando-o menos cansativo. Dessa forma, considera-se um método que oferece resultados

produtivos que andam em conjunto com o bem-estar, visando também as qualidades e as prioridades dos profissionais.

Atualmente, está cada vez mais difícil mantermos alertas, concentrados e produtivos, veja algumas coisas que tiram o nosso foco: Redes sociais, smartphones e o aclamado Whatsapp, e-mails sem fim e telefonemas, sem falar nos problemas que surgem durante o dia e as dúvidas dos colegas de trabalho. Tudo isso gera atrasos que muitas vezes são irreparáveis ao longo das horas, dias e semanas. E às vezes até nos culpamos outemos o seguinte pensamento: “Eu nunca paro de trabalhar e parece que não consigo concluir nenhuma tarefa.”

Consequentemente a exaustão emocional, o cansaço físico e mental tomam conta, e você acaba levando todo o serviço para a casa, o que gera cada vez mais dúvidas sobre o seu desempenho profissional. Se você está se identificando até aqui, é sinal que você não tem uma boa gestão do tempo.

A gestão do tempo e a produtividade devem andar juntas, afinal a produtividade não se mede pelas horas trabalhadas, mas sim nos resultados conquistados durante essas horas. Às vezes, 2 horas sem interrupções e com o foco nas atividades, tem mais rentabilidade do que passar o dia todo distraído com pensamentos no que deveria estar fazendo e interrupções.

Pesquisas já foram feitas, e de acordo com a professora da Universidade da Califórnia de Irvine, Gloria Mark, revela que cada vez que a pessoa é interrompida, ela leva cerca de 20 minutos para começar a se concentrar novamente no assunto em que estava. Impossibilitando que os resultados sejam alcançados. Por isso, não conseguimos terminar tarefas quando não estamos concentrados o suficiente.

O que faz você perder seu tempo?

Profissionalmente, no ambiente de trabalho é exigido que os resultados sejam constantes e sem a organização do tempo, a produtividade também fica instável.

Todos nós sabemos que:

Resultados positivos = atenção focada nas atividades, exigindo constância desses resultados.

Resultados negativos = desatenção, exigindo que as prioridades sejam revistas para que o colaborador volte a ser produtivo.

Muitas vezes, a rotina é tão automática que os nossos olhos ficam tapados para o que está bem a nossa frente, nos cegando do que realmente tem que ser prioridade e o que tem nos afetado negativamente.

Os desperdícios de tempo são classificados de duas maneiras: autogerados e gerados pelo ambiente. Ter que abrir e-mails que são spams é uma forma de desperdício de tempo. Ler mensagens no WhatsApp sem ser da empresa é uma forma de desperdiçar tempo. Desperdícios típicos da atualidade.

Os desperdícios autogerados são mais fáceis de serem detectados e corrigidos. Sempre se questione até encontrar a origem do problema.

Desorganização

Você está sobrecarregado sem saber por onde começar, ou seu ambiente de trabalho não está ergonomicamente facilitado?

Procrastinação

Você tem adiado as suas obrigações ou tem se distraído com os seus pensamentos? Lembre-se de encontrar o erro e buscar melhorar nessa área.

Incapacidade de dizer não

Você realmente tem todas essas atividades diárias ou pega para si serviços de terceiros? Lembre-se o único a ser prejudicado é você, priorize o que precisar entregue primeiro e não aceite o que não é sua obrigação.

Ladrões de tempo

Quanto tempo passa lendo mensagens e redes sociais? As horas voam quando se distrai com o simples ato de escolher assistir um vídeo do que trabalhar.

Sempre se mantenha observando suas ações, para que seja mais fácil de corrigir e de manter-se organizado. Respire, corrija os problemas e então você consegue ter foco para melhorar o seu dia, trabalhando por menos horas e produzindo mais.

Últimas