Luiz Fara Monteiro Cresce expectativa para  a Dubai Airshow com a chegada do 777X 

Cresce expectativa para  a Dubai Airshow com a chegada do 777X 

Após uma série de apresentações adiadas, novo modelo da Boeing tem missão de empolgar compradores.

Boeing 777X: projeto em atraso incomoda compradores

Boeing 777X: projeto em atraso incomoda compradores

Boeing

A estreia em um evento internacional finalmente vai acontecer.

O Boeing 777X já chegou na tarde desta terça-feira (9) para o Dubai Airshow.

E lá se mostrará para um cliente em especial: a Emirates, embora a companhia tenha se manifestado publicamente um descontantamento com o desenvolvimento do projeto. 

Os executivos americanos acreditam que acalmarão a compahia dos Emirados Árabes Unidos, decepcionada com uma série de compromissos cancelados.  

Segundo o Simple Flying, esperava-se que o Boeing 777X fizesse sua estreia na edição 2019 do Paris Air Show. Não deu certo. E a promessa ficou para o Dubai Airshow 2019. No entanto, problemas iniciais de motor atrasaram o primeiro vôo para janeiro de 2020. Aí veio a pandemia causando o cancelamento dos shows aéreos de Farnborough em 2020 e Paris 2021.

A Emirates é o maior cliente do 777X, com 115 jatos encomendados. Em comparação, a Qatar Airways ocupa o segundo lugar com cerca de metade disso.

O pedido É de 60 aeronaves desse modelo, ao custo de U$ 442 milhões, cada.

"Receberemos 3 modelos no final de 2023", disse  Akbar Al Baker, CEO da Qatar, em uma entrevista recente. 

Desde seu primeiro vôo em janeiro de 2020, o N779XW realizou outras performances de testes. E uma aparição acima do torneio de golfe Boeing Classic. Nesta segunda-feira (8), o jato decolou para sua primeira viagem longe dos Estados Unidos.

De acordo com dados da RadarBox.com, o N779XW partiu do Boeing Field em Seattle às 11h07, cerca de 70 minutos após o horário planejado para 10h. 

Foram 15 horas de voo entre Seattle (EUA) E Dubai (UAE)

O 777X ainda enfrenta seu longo processo de certificação. É uma versão avançada, bem mais moderna que seu projeto original, o 777. 

Considerado um dos maiores sucessos comerciais das últimas décadas, o modelo é admirado por pilotos, técnicos, entusiastas da aviação e jornalistas especializados. 

O "triple-seven" foi produzido para preencher o espaço entre o 747 e 767, com o primeiro voo realizado em 12 de junho de 1994. Debutou no mercado um ano depois, em 7 de junho de 1995 com as cores da United Airlines. O modelo 200 evoluiu para a versão 200ER, em 1997. E o 777-300 em 1998.

Mais de 1670 unidades foram produzidas desde sua criação. A ótima aceitação do 777 pelas companhias criou uma enorme expectativa pelo 777X, especialmente após o mercado reforçar os discursos em favor da aposentadoria do gigante A380, da concorrente Airbus. O novo Boeing já reúne mais de 350 encomendas.

É esperada sua apresentação aérea a partir deste fim de semana. A Boeing torce para que o Dubai airshow marque uma nova fase nas próximas fases do projeto. E que anime mais e mais compradores. 

Torcida para o 777X não falta. 

Últimas