Luiz Fara Monteiro Passageiro filma instante em que um raio atinge o avião durante o voo

Passageiro filma instante em que um raio atinge o avião durante o voo

Evento conhecido como "lightning strike" é absorvido pelo sistema de proteção das aeronaves. 

Ao mesmo tempo em que assusta, a imagem serve para demonstrar a eficiência dos sistemas de proteção a bordo.

Um raio atingiu a asa de um Bombardier C-Series CS-300, da Air Baltic, de matrícula YL-CSE. A aeronave cumpria o voo BT-879 de Tallinn (Estônia) para Málaga (Espanha) e havia decolado da pista 26 do aeroporto Lennart Meri.

A descarga elétrica, cuja ocorrência é chamada de "lightning strike", se deu na ponta da asa esquerda e levou a tripulação a interromper a subida. Os pilotos da companhia com base na Letônia diminuíram o nível de altitude e retornaram ao aeroporto, onde pousaram em segurança 15 minutos após a decolagem.

Nesse tipo de evento,em procedimento padrão, a aeronave passa por uma inspeção detalhada em solo para que se certifique de que a descarga não tenha afetado algum sistema.

Os aviões são projetados para absorver e eliminar as cargas elétricas. Nesses casos, a energia  percorre a fuselagem e são dissipadas. O atrito com o ar leva a aeronave a acumular eletricidade estática, o que pode atrair as descargas.

Os passageiros no interior da cabine não sentem nada demais, a não ser pelo ruído alto do trovão. A dissipação do raio ocorre imediatamente pelo sistema da aeronave. 

Últimas