R7 Planalto Baleia Rossi será candidato à Presidência da Câmara

Baleia Rossi será candidato à Presidência da Câmara

Deputado federal pelo MDB de São Paulo é nome escolhido para a disputa para representar o bloco do atual presidente Rodrigo Maia

  • R7 Planalto | Renata Varandas, da Record TV, com Plínio Aguiar, do R7

Resumindo a Notícia

  • Baleia Rossi é o candidato do bloco de Rodrigo Maia
  • Deputado venceu a disputa interna contra Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
  • Eleição para Presidência da Câmara irá ocorrer em fevereiro de 2021
  • Jair Bolsonaro apoia Arthur Lira (PP-AL)
Na imagem, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP)

Na imagem, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP)

Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

O bloco do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) definiu, nesta quarta-feira (23), o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) para ser o candidato à Presidência da Câmara dos Deputados. A eleição está prevista para 2º de fevereiro de 2021.

Baleia venceu a disputa interna contra Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). O partido de Aguinaldo, no entanto, dá sustentação ao deputado federal Arthur Lira (PP-AL), que recebe o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A informação também foi confirmada pelo PCdoB e pelo presidente do PSB, Siqueira Campos. O político afirmou à Chris Lemos, âncora do Jornal da Record, que o partido acompanha a escolha e que "a bancada da sigla na Câmara dos Deputados apoiará em peso o candidato".

Impasse no MDB
Na semana passada, senadores do MDB procuraram Baleia Rossi para dizer que a sigla terá um candidato à cadeira do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Argumentaram que, diante dessa decisão, ele não deveria concorrer à Câmara para não atrapalhar as articulações no Salão Azul. A avaliação foi a de que seria muito difícil o Congresso eleger integrantes do mesmo partido, como ocorre hoje com o DEM, para dirigir as duas Casas.

Em almoço com líderes do bloco, ontem (22), Maia afirmou que a eleição no Senado não pode interferir na disputa da Câmara. Na prática, porém, em casos assim as negociações políticas costumam demandar mais atenção.

*Com informações da Agência Estado

Últimas