Queda do avião da Chapecoense

R7 Planalto CPI vai apurar atraso no pagamento de indenizações da Chapecoense

CPI vai apurar atraso no pagamento de indenizações da Chapecoense

Acidente com jogadores que iam disputar a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia, completou três anos neste mês e familiares buscam justiça

  • R7 Planalto | Caio Sandin, do R7, e Mariana Londres, de Brasília

Familiares das vítimas buscam indenizações

Familiares das vítimas buscam indenizações

Reprodução / Twitter

Mais de três anos após o acidente aéreo, o Senado instaurou, nesta quarta-feira (11), a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Chapecoense, para apurar o atraso nas indenizações às famílias das 71 vítimas.

Para o relator da Comissão, Izalci Lucas (PSDB/DF) o "objetivo principal é reparar as famílias, mas também aperfeiçoar a legislação atual e buscar mecanismos para evitar que isso que está acontecendo não ocorra mais".

— Os familiares esperam há muito tempo por uma solução e precisamos amparar essas pessoas que já sofreram muito com a perda e ainda tem que enfrentar todas essas dificuldades

Em agosto, os familiares das vítimas do voo da companhia aérea LaMia tiveram um encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e a criação de uma CPI já era cogitada.

Para comandar a Comissão, o senador Jorginho Mello (PL/SC) foi eleito Presidente, Dário Berger (MDB/SC) Vice-presidente, além de Izalci Lucas (PSDB/DF), que ficou com a relatoria.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas