R7 Planalto Líder do governo pede que Pacheco paute sabatina de Mendonça

Líder do governo pede que Pacheco paute sabatina de Mendonça

Documento, feito pelo senador Fernando Bezerra, é assinado por 32 parlamentares — 17 titulares e 15 suplentes da CCJ

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, o indicado a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça

Na imagem, o indicado a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça

Marcos Corrêa/PR - 6.4.2021

O senador Fernando Bezerra (MDB-PE), líder do governo no Senado, pediu nesta quinta-feira (14) a convocação da sabatina de André Mendonça, indicado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

A solicitação foi encaminhada por Bezerra ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). O documento é assinado por 32 parlamentares — 17 titulares e 15 suplentes da CCJ.

“A arguição do candidato, conforme as normas para apreciação do Senado Federal sobre a escolha de autoridade disciplinadas no art. 383 do Regimento Interno, é oportunidade para que os senadores interpelem o indicado sobre assuntos pertinentes ao desempenho do cargo, constituindo-se em etapa essencial para a formulação de juízo dos senadores acerca do cumprimento dos requisitos para a investidura no cargo designado, refletindo na votação que procede à inquirição”, diz o documento.

A sabatina de André Mendonça precisa ser marcada pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da CCJ. No entanto, o parlamentar se recusa a pautar o encontro e tem trabalhado para a indicação de Augusto Aras, atual PGR. Na última quarta-feira (13), o amapaense defendeu-se das críticas e afirmou que não aceitará "ser ameaçado, intimidado, perseguido ou chantageado com o aval ou a participação de quem quer que seja".

Últimas