Rio de Janeiro Em cerca de 12 horas, Rio tem 16 baleados em comunidades

Em cerca de 12 horas, Rio tem 16 baleados em comunidades

Líder do tráfico dos Prazeres morre e cinco moradores ficam feridos; Mangueira e Juramento também amanhecem com tiros

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*, com Record TV Rio

Resumindo a Notícia

  • Providência, Juramento e Mangueira tiveram tiroteio nesta manhã
  • Moradores ficaram feridos no Morro dos Prazeres e dois traficantes morreram
  • Líder do tráfico na comunidade dos Prazeres foi morto em tiroteio desta segunda
  • Sete pessoas ficaram feridas em confronto no Juramento
Providência amanhece com tiroteio

Providência amanhece com tiroteio

Reprodução/Internet/Record TV Rio

As comunidades da Providência, na região central do Rio, Juramento e Mangueira, na zona norte do Rio, amanheceram com tiroteio nesta terça-feira (27). No final da noite de ontem (26), o Morro dos Prazeres também teve confronto entre traficantes e policiais militares. Ao menos 16 pessoas foram baleadas nas operações, entre suspeitos e moradores. 

Na comunidade dos Prazeres, no centro da cidade, dois suspeitos foram mortos na ação de ontem. Entre eles, um dos líderes do tráfico, conhecido como "Marcelinho dos Prazeres". Outras cinco pessoas ficaram feridas. 

Já no Morro do Juramento, sete suspeitos foram baleados nesta manhã. Na Mangueira, há informações de que um policial militar foi atingido no braço. O estado de saúde do agente ainda não foi confirmado.

Em nota, a direção do Hospital Municipal Souza Aguiar informou que recebeu nove vítimas de disparos por armas de fogo, quatro chegaram já mortas e cinco estão estáveis.

Morro dos Prazeres

Moradores do Rio Comprido, na zona central do Rio, relataram intenso tiroteio ainda no final da noite desta segunda-feira (26). Na ocasião, a Polícia Militar informou que foi até a região da Vila Anchieta verificar a presença de traficantes. No local, houve troca de tiros.

Após o confronto, dois suspeitos foram levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiram. Um deles foi identificado como Marcelo da Silva Guilherme, uma das lideranças do tráfico do Morro dos Prazeres, conhecido como “Marcelinho dos Prazeres”.

Além deles, mais cinco pessoas deram entrada na mesma unidade de saúde, segundo informações da Polícia Militar. A moradora Bruna Barros, baleada dentro de uma van na comunidade, está estável.

A ocorrência foi encaminhada para a delegacia de Homicídios da Capital.

Armas e drogas foram apreendidas no Morro dos Prazeres

Armas e drogas foram apreendidas no Morro dos Prazeres

Divulgação/PMERJ

Na ação, foram apreendidos um fuzil, uma pistola calibre 9 mm, dois carregadores, munições, três rádios comunicadores e entorpecentes. 

Morro da Providência

De acordo com a Polícia Militar, equipes da UPP da Providência faziam patrulhamento na comunidade da área central do Rio nesta manhã, quando foram atacados por tiros. Houve tiroteio e, ao menos, três criminosos foram detidos. Dentre eles, uma mulher foi identificada como Jéssica Batista de Oliveira Carrilho. Um suspeito teria morrido na ação.

Morro do Juramento

Policiais militares do Batalhão de Irajá (41º) teriam sido atacados por criminosos na Avenida Martin Luther King, na altura de Vicente de Carvalho, próximo ao Morro do Juramento. Na troca de tiros, sete pessoas ficaram feridas e 4 fuzis apreendidos.

Armas foram apreendidas após confronto entre policiais e traficantes no Juramento

Armas foram apreendidas após confronto entre policiais e traficantes no Juramento

Divulgação/PMERJ

Mangueira

Policiais militares da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Mangueira foram atacados na madrugada desta terça-feira (27) por disparos de arma de fogo próximo à uma das bases. Houve reação ao ataque criminoso. Segundo a Polícia Militar, não há balanço de sem prisões ou apreensões. A ocorrência segue em andamento.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas