Rio de Janeiro Idosa morre de covid-19 dias após ter alta em hospital no Rio

Idosa morre de covid-19 dias após ter alta em hospital no Rio

Caso aconteceu 19 dias após vítima receber uma homenagem e ter alta no Hospital Municipal Evandro Freire, na zona norte por ter vencido a doença

Hospital é referência no tratamento da doença

Hospital é referência no tratamento da doença

Reprodução/Prefeitura Duque de Caxias

Uma idosa, de 92 anos, morreu de covid-19 na segunda-feira (20), no Hospital Municipal São José, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O caso aconteceu 19 dias após ela receber uma homenagem e ter alta em outro hospital, o Hospital Municipal Evandro Freire, na zona norte do Rio, por ter vencido a doença. O hospital não informou se foi feito teste sobre a cura da covid quando a idosa recebeu a alta.

Veja a cronologia do caso

24 de junho - A idosa é internada no Hospital Municipal Evandro Freire, na zona norte do Rio com sintomas compatíveis com covid-19 e comprometimento dos pulmões. Após exames realizados, incluindo tomografia, indicavam que ela poderia estar infectada pelo vírus e em seguida, foi tratada como paciente com suspeita da doença.

1º de julho - A paciente recebe alta sete dias depois da internação porque apresentava melhora em seu quadro clínico e já tinha completado 14 dias do início dos sintomas. Durante o tempo em que ficou no Hospital Municipal Evandro Freire, a idosa esteve internada na enfermaria, local destinado aos pacientes com quadros menos graves.

13 de julho - De acordo com a Prefeitura de Duque de Caixas, a paciente deu entrada no dia 13 de julho, no Hospital Municipal São José, que é exclusivo para pacientes com o novo coronavírus, através do SER (Serviço Estadual de Regulação). Em seguida, Rose passou por uma avaliação médica e foi examinada novamente. 

Após uma tomografia, que resultou comprometimento pulmonar de 30 a 50%, necessitando de oxigênio e um exame clínico, foi diagnosticada a doença.

20 de julho - A paciente teve piora progressiva clínica e respiratória até que foi necessária a intubação e ventilação mecânica, mas a idosa não resistiu e morreu no dia 20.

A prefeitura de Duque de Caxias acrescentou que no diagnóstico de óbito consta como causa da morte, Síndrome Respiratória Aguda Grave por Pneumonia Viral com covid-19.

O que diz o hospital da alta

Em nota, a direção do Hospital Municipal Evandro Freire afirmou que não soube da morte de Rosa e deixou claro que todos os protocolos foram seguidos. Além disso, acrescentou que não é possível avaliar onde a idosa foi infectada. 

O hospital disse que a vítima deu entrada no dia 24 de junho com sintomas compatíveis com covid-19 e comprometimento dos pulmões. Após exames realizados, incluindo tomografia, indicavam que ela poderia estar infectada pelo vírus e em seguida, foi tratada como paciente com suspeita da doença.

A unidade de Saúde comentou que a melhora da paciente foi comemorada como uma vitória sobre a covid-19 num gesto de carinho por parte da equipe de profissionais de saúde que cuidou dela durante o tempo que ela ficou internada.

A reportagem do R7 tentou localizar a família da vítima, mas não obteve resposta. O espaço segue aberto caso queiram se manifestar.

*Sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas