Rio de Janeiro Paciente incendeia clínica de reabilitação e deixa dois mortos e outros feridos

Paciente incendeia clínica de reabilitação e deixa dois mortos e outros feridos

Casa de tratamento de dependentes químicos fica em Nova Iguaçu (RJ). Rapazes feridos são jovens, e entre eles há um menor de idade

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira*, do R7, com Record TV Rio

Homem põe fogo em clínica de reabilitação onde estava internado, em Nova Iguaçu

Homem põe fogo em clínica de reabilitação onde estava internado, em Nova Iguaçu

Reprodução/Redes sociais

Um homem ateou fogo na clínica de reabilitação onde estava internado, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, durante a noite desta terça-feira (17). No incêndio, duas pessoas morreram e pelo menos cinco ficaram gravemente feridas.

Os feridos, rapazes jovens, entre eles um menor de idade, estão internados no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, zona oeste do Rio. Já o autor foi preso e levado ao Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, pela Polícia Militar. Ele teria incendiado um colchão em um dos quartos dos pacientes.

De acordo com a Prefeitura de Caxias, o suspeito entrou na unidade municipalizada à 00h04, com queimaduras no rosto, dorso e braços. Ele foi encaminhado diretamente para o centro cirúrgico e está estável. 

A casa de cuidados fica localizada no bairro Jardim Paraíso, em Nova Iguaçu, e é destinada ao tratamento de dependentes químicos. Equipes do 20º BPM (Mesquita) acionaram a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense para a realização da perícia e a remoção do corpo de Davi. 

Ainda não há informações quanto ao enterro dos pacientes mortos no incêndio. 

A Polícia Civil informou, em nota, que o caso foi registrado na DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense). O suspeito foi preso por homicídio e tentativa de homicídio. Testemunhas foram ouvidas pelos agentes, que procuram esclarecer os fatos.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas