Rio de Janeiro Polícia investiga crime análogo a estupro em colégio de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense

Polícia investiga crime análogo a estupro em colégio de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense

Aluna disse em delegacia que foi forçada por dois estudantes a fazer sexo oral em um terceiro; suspeito negou participação

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Aluna disse ter sido forçada a fazer sexo oral em estudante

Aluna disse ter sido forçada a fazer sexo oral em estudante

Reprodução/Google Street View

A Polícia Civil do Rio investiga um caso análogo a estupro que aconteceu no Colégio Estadual Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A vítima foi uma aluna de 12 anos, que disse ter sido forçada por dois estudantes a fazer sexo oral em um terceiro. Todos os envolvidos têm entre 12 e 15 anos.

O caso foi registrado na Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Caxias. Um dos adolescentes que teriam praticado o abuso foi ouvido na delegacia e negou a ação, além da mãe e de uma testemunha.

Em nota, a Seeduc (Secretaria de Estado de Educação), disse que a direção do Colégio Estadual Duque de Caxias recebeu a denúncia na quinta-feira (9) e se reuniu com os pais dos envolvidos na sexta-feira (10).

A pasta disse ainda que abriu uma sindicância para apurar o caso e que a equipe regional da secretaria está acompanhando o andamento das investigações na escola.

Últimas