Rio de Janeiro RJ: motorista assassinado pode ter sido confundido com miliciano

RJ: motorista assassinado pode ter sido confundido com miliciano

Familiares acreditam que Michel Estevan Gonçalves foi morto por traficantes do Morro do Avião, em Belford Roxo

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*, com Record TV Rio

Michel foi assassinado violentamente

Michel foi assassinado violentamente

Reprodução/Record TV Rio

Os familiares de Michel Estevan Gonçalves, de 39 anos, acreditam que ele possa ter sido confundido com um miliciano. Após o corpo ter sido encontrado com indícios de tortura na Baixada Fluminense, no sábado (12), a suspeita é de que a vítima tenha sofrido represália de traficantes no Morro do Avião, em Belford Roxo, onde foi registrada a sua última localização.

De acordo com o co-cunhado de Michel, Bruno Silveira, também motorista de aplicativo, a vítima mandou o registro de GPS na sexta-feira (11). Ele saiu da Taquara, na zona oeste, em direção à Belford Roxo. Depois de meia hora, a mensagem sumiu. 

Preocupados, os parentes registraram o caso como desaparecimento.

No dia seguinte, o corpo de Michel foi achado no bairro Heliópolis, na cidade da Baixada, mas o carro estava a 4km de distância.  O corpo da vítima foi enterrado nesta segunda (14), no cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, na zona oeste do Rio. 

Ontem, outro homem foi encontrado morto em Belford Roxo. Segundo a Polícia Militar, a equipe do 39º BPM (Belford Roxo) foi acionada para o bairro de São Bernardo. No local, Humberto Pinheiro Suhett, de 45 anos estava morto com tiros. 

Os dois homicídios estão a cargo da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense), que investiga as circunstâncias dos crimes. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas