Bombeiro hidráulico perde documentos em acidente e pode ser enterrado como indigente

Um bombeiro hiráulico, vítima fatal de um acidente entre dois ônibus, pode ser enterrado como indigente no Rio de Janeiro. Segundo a família, Antônio Augusto Barbosa, de 67 anos, perdeu a xerox do seu documento de identificação no momento da colisão dos coletivos e não pode ser identificado no IML (Instituto Médico Legal). Agora a família luta para poder reconhecer a vítima e enterrar o corpo.