Rio de Janeiro Suspeito de acidente no BRT que matou mulher e feriu 30 é preso

Suspeito de acidente no BRT que matou mulher e feriu 30 é preso

Suspeito foi encontrado na comunidade do Terreirão, na zona oeste; acidente aconteceu no dia 10 de março

Acidente deixou uma mulher morta e 30 feridos no dia 10 de março no Rio

Acidente deixou uma mulher morta e 30 feridos no dia 10 de março no Rio

Reprodução/Record TV Rio

Policiais civis da 43ª DP (Guaratiba) prenderam, nesta quinta-feira (25), o homem que causou um acidente no corredor Transoeste do BRT, entre as estações Embrapa e Mato Alto, em Guaratiba, zona oeste do Rio, no dia 10 de março.

Uma mulher morreu e pelo menos 30 pessoas ficaram feridas. No momento do acidente, o autor fugiu do local.

Segundo as investigações, o homem estava em um veículo de passeio na pista exclusiva do coletivo. Os agentes conseguiram identificar o modelo e a placa do carro, o que indicou que se tratava de um veículo clonado, fruto de roubo ocorrido oito dias antes do acidente, no bairro da Penha Circular.

Através da CET-Rio, foi possível definir o trajeto percorrido pelo veículo no dia do crime e constatar que o motorista partiu do bairro Curicica, percorreu a Estrada dos Bandeirantes e a Benvindo de Novaes, até chegar na avenida das Américas, onde permaneceu no local por aproximadamente duas horas.

Os agentes localizaram o suspeito na comunidade do Terreirão, na zona oeste da cidade. Contra ele havia um mandado de prisão em aberto por homicídio, lesão corporal e receptação.

Ao chegar na delegacia, o homem confessou o crime e acrescentou que foi pago por um miliciano do bairro Curicica para levar o carro até a comunidade do Cesarão, em Santa Cruz, local em que deveria entregá-lo. De acordo com os agentes, o homem possui oito anotações criminais, dentre elas, ocorrências pelos crimes de roubo, estelionato e receptação envolvendo veículos.

*Sob supervisão de PH Rosa

Últimas