Trens chineses retirados de circulação voltarão a operar no Rio

Fora de circulação desde novembro, as 40 composições passaram por processo de manutenção nas caixas de tração e engrenagem 

Trens voltarão a circular integralmente na 2ª-feira

Trens voltarão a circular integralmente na 2ª-feira

Reprodução

Os 40 trens chineses retirados de circulação em novembro do ano passado voltarão a receber passageiros no Rio de Janeiro a partir da próxima segunda-feira (13), afirmou a SuperVia nesta quinta-feira (9).

De acordo com a Setrans (Secretaria de Estado de Transportes), as composições passaram por um processo de manutenção nas caixas de tração e engrenagem.

Leia mais: Primeiro trem da China desembarca no Porto de Santos

Com a ausência dos trens, as linhas Gramacho, Japeri, Santa Cruz e Saracuruna operam com intervalos maiores do que o habitual para os usuários do sistema. Já o ramal Deodoro realiza algumas viagens em trens com quatro carros.

Os trens chineses foram entregues entre 2014 e 2016 e, após poucos meses de uso, começaram a apresentar falhas na caixa de tração, que foram produzidas por uma empresa alemã.

Diante dos problemas apresentados, a companhia chinesa iniciou em novembro de 2018 um processo de recall, que identificou novos problemas no último mês de junho. De acordo com a SuperVia, o consórcio asiático “suspendeu o trabalho malsucedido até que encontre uma nova medida para solução”.