São Paulo Justiça condena três ex-militares por morte de recrutas em treinamento

Justiça condena três ex-militares por morte de recrutas em treinamento

Tenente, cabo e soldado estiveram envolvidos no episódio em que três recrutas morreram afogados durante um treinamento do Exército, em 2017 

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Vítimas são socorridas depois do afogamento, em 2017

Vítimas são socorridas depois do afogamento, em 2017

Reprodução/ Record TV

O Tribunal de Justiça Militar da União condenou três ex-militares pela morte de três recrutas durante um treinamento em Barueri, na Grande São Paulo, no ano de 2017. O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (30) e durou treze horas, segundo o STM (Superior Tribunal Militar). A sessão começou às 10h00 e terminou às 23h00, sendo assistida pelas famílias das vítimas.

Leia mais: Após 2 anos, família cobra resposta por morte de 3 soldados do Exército

Os três homens foram condenados por homicídio culposo e lesão corporal culposa, quando não há intenção. Na época do crime um dos homens era cabo, outro era soldado enquanto o último atuava como tenente. Dois capitães envolvidos no episódio foram absolvidos pela maioria dos votos.

A sentença será lida no dia 13 de fevereiro aos réus e a decisão cabe recurso ao Superior Tribunal Militar.

O Caso 

Três soldados do Exército Brasileiro morreram afogados em uma lagoa, durante um treinamento no quartel do 20º Grupo de Artilharia de Campanha Leve, localizado na rua Interna Grupo Bandeirante, bairro Vila Militar, em Barueri, próximo à Estrada Velha de Jandira, região metropolitana de São Paulo.

As mortes ocorreram, por volta das 17h, no dia 24 de abril de 2017, durante a execução de uma pista de orientação, com mapas e bússolas.

Os soldados entraram em um lago, localizado dentro da área de treinamento militar, e três dos quatro integrantes da equipe de orientação acabaram morrendo afogados. Um deles foi salvo por um tenente que ouviu os gritos de socorro.

No mesmo dia 24 de abril, o Exército abriu um IPM (Inquérito Policial Militar) para apurar as circunstâncias do acidente.

O exercício de longa duração de instrução individual básica do Efetivo Variável (recrutas) de 2016 era do 21º D SUP, mas foi executado nas dependências do 20º Grupo de Artilharia de Campanha Leve (20ª GACL), localizado na Estrada de Jandira, Jardim Belval, na cidade de Barueri (SP).

Últimas