Suspeito de fazer parte de grupo que atirou em deficiente é preso

Dois integrantes do trio que participou do assalto estão presos desde 2016

Silva foi preso nesta terça (14)
Silva foi preso nesta terça (14) Divulgação/DEIC

Douglas Henrique da Silva, 23 anos, foi preso nesta terça-feira (14), em Pirituba, na zona oeste de São Paulo, sob suspeita de integrar o trio que atirou no pescoço de um deficiente físico durante um assalto em abril do ano passado. De acordo com a Polícia Civil, os outros dois integrantes do grupo, Felipe Mateus Correia Barbosa e Wesley Gaudêncio Alves, estão presos desde 2016.

Segundo o titular Carlos Alberto da Cunha da 6ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Facções Criminosas), responsável pelo caso, o grupo realizava os assaltos de forma violenta: “Qualquer problema durante as ações era resolvido agredindo ou atirando na vítima”, explica.

No caso em questão, segundo informações da Polícia Civil, a vítima do assalto foi atingida no pescoço quando tentava explicar que a demora para sair do veículo se dava por conta de uma dificuldade motora. A vítima ficou tetraplégica após o assalto. 

De acordo com o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), Silva não é o autor do disparo mas é suspeito de envolvimento com o assalto.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa do suspeito.

Relembre o caso:

* Sob a supervisão de Giorgia Cavicchioli, do R7.