Saúde Mulher argentina é internada com sintomas de ebola após voltar da Nigéria

Mulher argentina é internada com sintomas de ebola após voltar da Nigéria

Buenos Aires, 26 jan (EFE).- Uma mulher argentina que viajou recentemente para a Nigéria está internada em um hospital de Buenos Aires com sintomas parecidos com o do ebola, por isso que o governo ativou o protocolo de segurança, informaram à Agência Efe fontes médicas. O doutor Jorge San Juan, do hospital de doenças infecciosas Francisco Muñiz, identificou a paciente como uma mulher de 23 anos que chegou da Nigéria na terça-feira. Segundo o doutor, a jovem argentina foi internada no sábado com febre e vômitos, sintomas similares aos do ebola, por isso que ativaram o protocolo de emergência. No sábado, também foi internada outra mulher de 26 anos, que a acompanhava, por considerar que tinha tido "contato de risco", mas devido a sua evolução clínica, o hospital descartou que tenha sido infectada com o vírus e prevê que ganhe alta hoje mesmo. Embora na Nigéria não haja registros de casos de ebola atualmente, o governo de Buenos Aires decidiu ativar o alerta porque, durante sua viagem, as pacientes participaram de uma congregação religiosa onde entraram em contato com pessoas procedentes de países africanos que sofrem com o vírus, como Serra Leoa. Os médicos esperam entre hoje e amanhã os resultados dos testes realizados na paciente para estabelecer um diagnóstico definitivo, embora, segundo San Juan, sua evolução propícia faz pensar que poderia se tratar de uma gastorenterite. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), desde que começou o surto na África Ocidental há um ano, o vírus tirou a vida de mais de 8 mil pessoas e o número de infectados superou os 20 mil. Os países mais afetados são Serra Leoa, Libéria e Guiné. EFE ivc/ff