Coronavírus

Saúde Vacina da Pfizer é 73,2% eficaz em crianças menores de 5 anos, mostram novos dados

Vacina da Pfizer é 73,2% eficaz em crianças menores de 5 anos, mostram novos dados

A maioria dos casos analisados foi causada pela subvariante da Ômicron BA.2, considerada uma das mais transmissíveis

Reuters - Internacional
A Pfizer desenvolveu uma vacina com dosagem diferente para crianças

A Pfizer desenvolveu uma vacina com dosagem diferente para crianças

Nelson Almeida/AFP - 14.01.2022

A vacina da Pfizer e da BioNTech é 73,2% eficaz na prevenção da Covid-19 entre crianças de 6 meses a 4 anos, mostraram novos dados das empresas nesta terça-feira (23), dois meses após o início da aplicação do imunizante nos Estados Unidos nessa faixa etária.

A vacina da Pfizer-BioNTech foi autorizada para crianças menores de 5 anos em junho nos EUA, com base em dados que mostraram que a vacina gerava uma resposta imune semelhante à das faixas etárias mais avançadas.

Uma análise inicial baseada em dez casos sintomáticos de Covid-19 no estudo sugeriu uma eficácia da vacina de 80,3%. Mas especialistas advertiram que os dados eram preliminares, devido ao baixo número de casos sintomáticos.

Os dados atualizados divulgados nesta terça-feira mostraram que 13 crianças tiveram Covid-19 pelo menos sete dias após receberem uma terceira dose da vacina Pfizer-BioNTech, em comparação com 21 casos entre aqueles que receberam um placebo.

A maioria dos casos foi causada pela subvariante da Ômicron BA.2, que foi dominante em março e abril, quando o estudo foi realizado.

A Pfizer e a BioNTech também disseram que estão preparando um pedido de autorização aos EUA para a chamada vacina bivalente que tem como alvo as subvariantes da Ômicron BA.4/BA.5 para crianças com menos de 12 anos.

As empresas solicitaram na segunda-feira (22) a autorização dos EUA da vacina bivalente como reforço em pessoas com 12 anos ou mais.

Últimas