Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Após derrota de reforma trabalhista, Temer garante que vencerá no plenário do Senado

Proposta segue para a CCJ e a decisão final sobre a reforma caberá ao plenário da Casa

Brasil|Do R7

"O governo vai ganhar no plenário", afirmou Temer
"O governo vai ganhar no plenário", afirmou Temer "O governo vai ganhar no plenário", afirmou Temer

Após a derrota da reforma trabalhista na CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado, o presidente Michel Temer (PMDB) disse nesta terça-feira (20) que a proposta enviada pelo governo sairá vitoriosa em votação no plenário da Casa.

Em rápida entrevista convocada de última hora em Moscou, onde está em viagem oficial, Temer procurou minimizar a derrota sofrida pela base aliada na CAS e afirmou que caberá ao plenário do Senado tomar a decisão final sobre a reforma, um dos principais pontos da agenda legislativa do governo.

— Não é surpresa negativa não, isso é assim mesmo, tem várias fases, varias etapas, e nas etapas você ganha uma, ganha outra, perde outra, o que importa é o plenário. O Brasil vai ganhar no plenário. [...] Está certíssimo no plenário, o governo vai ganhar no plenário.

Saiba o que está em jogo na Reforma Trabalhista

Publicidade

O presidente classificou a derrota na CAS como algo "muito natural". Ele afirma que os projetos passam por várias comissões, onde se "ganha em uma comissão, perde na outra".

— Vocês se recordam que no caso da Câmara dos Deputados houve um primeiro momento em que a urgência não chegou a ser votada para ser aprovada e depois foi ao plenário e ganhamos com muita facilidade. [...] O plenário vai decidir e lá o governo vai ganhar. É maioria simples.

Publicidade

Mais cedo, a CAS rejeitou por 10 votos a 9 o parecer do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) que havia sido aprovado anteriormente na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) da Casa. A CAS aprovou um parecer alternativo do senador Paulo Paim (PT-RS).

A proposta vai agora para a Comissão de Constituição e Justiça do Senado e a decisão final sobre a reforma caberá ao plenário da Casa.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.