Brasil Bancada evangélica e Itamaraty discutirão a Universal em Angola

Bancada evangélica e Itamaraty discutirão a Universal em Angola

Pastores da Igreja Universal foram deportados do país africano e chegaram ao Brasil na semana passada

  • Brasil | Do R7

Pastores da Universal, deportados de Angola, chegaram ao Brasil na semana passada

Pastores da Universal, deportados de Angola, chegaram ao Brasil na semana passada

Divulgação

Deputados da Frente Parlamentar Evangélica se reunirão, às 17hs desta segunda-feira (17), com Carlos Alberto Franco França, ministro do das Relações Exteriores, para discutir a situação pela qual passa a Igreja Universal em Angola.

Na última semana, pastores da Universal no país africano foram deportados de maneira arbitrária e muitos nem tiveram tempo de se despedir de suas famílias. Os missionários sofreram ameaças e violência nesse processo e vários deles trabalhavam em Angola já há muitos anos.

Leia mais: Senado chama embaixador de Angola para explicar deportações

Ao todo, foram dezessete integrantes da igreja expulsos em ações de perseguição religiosa e política, que violam tratados internacionais e os direitos humanos. A deportação dos pastores brasileiros é uma decorrência da tentativa de tirar a Universal de Angola. Um grupo dissidente de pastores trabalha de maneira ilegal para assumir controle do patrimônio da igreja construído durante anos.

A Universal tem ações judiciais no país e representantes da igreja protocolaram uma carta-denúncia no escritório das Nações Unidas, em Angola. Toda essa situação será debatida nesta segunda-feira com o ministro das Relações Exteriores.

Últimas