Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Deputados rejeitam pedido para retirar reforma trabalhista da pauta

Com rejeição de requerimento, plenário pode votar o texto com as mudanças

Brasil|Do R7, com Agência Câmara e Agência Estado

Plenário agora discute a matéria na forma do substitutivo do deputado Rogério Marinho
Plenário agora discute a matéria na forma do substitutivo do deputado Rogério Marinho Plenário agora discute a matéria na forma do substitutivo do deputado Rogério Marinho

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por 270 votos a 64, o requerimento de retirada de pauta do projeto de lei da reforma trabalhista. 

Ao rejeitar um requerimento de retirada da reforma trabalhista da pauta, o plenário da Câmara dos Deputados abriu espaço para iniciar a fase pré-votação do texto-base do projeto.

A base governista manobrou para acelerar a votação, prevista inicialmente para acontecer por volta das 21h. O PP, partido da base aliada, apresentou o requerimento de retirada de pauta e reforçou o pedido de votação nominal do requerimento para inviabilizar a estratégia de obstrução da oposição.

Neste momento, o quórum é alto no plenário da Câmara. Mais de 445 deputados marcaram presença na sessão e mais de 480 estão na Casa.

Publicidade

Regras para home office, saque do FGTS e grávida em ambiente insalubre: entenda a reforma trabalhista

Segundo o relatório, que altera a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o acordo coletivo prevalecerá sobre a lei e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista. A contribuição sindical obrigatória é extinta.

Poderão ser negociados pontos como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo de alimentação mínimo de meia hora, teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente. Outros direitos garantidos pela Constituição não poderão ser reduzidos ou suprimidos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.