Brasil Expulsão de deputado governista vai para Conselho de Ética do PSDB

Expulsão de deputado governista vai para Conselho de Ética do PSDB

Tucano Celso Sabino (PA) foi escolhido pelo Centrão para liderar a maioria da Câmara, mas não contou com aprovação de lideranças

  • Brasil | Do R7, com Agência Estado

Tucano Celso Sabino foi escolhido pelo Centrão

Tucano Celso Sabino foi escolhido pelo Centrão

Divulgação/Câmara dos Deputados

Por 25 votos a 4 (e 3 abstenções), a Executiva Nacional do PSDB decidiu nesta quinta (20) enviar ao Conselho de Ética o pedido de expulsão do deputado federal Celso Sabino (PA), escolhido pelo Centrão para a liderança da Maioria na Câmara.

O relator será o ex-presidente do partido José Aníbal. A representação foi feita pelo atual presidente do PSDB, Bruno Araújo, e pede a expulsão por violação ao estatuto e à ética partidária devido ao convite para o cargo "sem qualquer discussão prévia com lideranças".

No início deste mês, partidos do bloco fizeram um requerimento pedindo que o líder da Maioria na Casa, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), fosse substituído por Sabino. O documento, no entanto, não foi feito de acordo com as normas da Casa, mas foi recebido pela Secretaria-Geral da Mesa.

O requerimento é uma tentativa de deputados ligados a Arthur Lira (PP-AL) de tirar da liderança da maioria o relator da reforma tributária, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) aliado de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e não foi referendado pelo PSDB.

Desde a aproximação do governo Bolsonaro com o centrão para formar uma base, o bloco do centro na Câmara rachou entre o mais governista, liderado informalmente por Lira, e o mais alinhado ao presidente Rodrigo Maia.

Últimas