Brasil Governo confirma saída de ministro do Turismo e rompimento com o PMDB

Governo confirma saída de ministro do Turismo e rompimento com o PMDB

Exoneração de Henrique Alves foi publicada hoje no "Diário Oficial" da União

O ministro Henrique Alves teve a demissão confirmada

O ministro Henrique Alves teve a demissão confirmada

JBatista/10.06.2014/Câmara dos Deputados

A exoneração do ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, do PMDB, foi publicada na edição de hoje do "Diário Oficial" da União. Alves é o primeiro pemedebista a deixar o primeiro escalão do governo. A carta pedindo o desligamento foi entregue ontem. 

Ao longo dia, outros nomes do PMDB devem entregar os cargos também. Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Helder Barbalho (Portos) já confirmaram que entregarão seus postos após conversa com o vice-presidente Michel Temer. Mauro Lopes (Aviação Civil), que tomou posse há apenas 10 dias, deve acompanhá-los. Eduardo Braga (Minas e Energia), que vem defendendo Dilma, vai dizer que se curva à decisão do partido.

Na carta de demissão, Alves justificou a decisão por lealdade partidária. A ministra Kátia Abreu (Agricultura) e o ministro Marcelo Castro (Saúde) sinalizaram que devem permanecer no cargo. 

Leia mais notícias de Brasil

Nesta terça-feira (28), o diretório nacional do PMDB reúne-se para definir a saída da sigla da base aliada. Dos 127 votantes, cerca de dois terços devem optar pela saída.

Temer não comparecerá à reunião, que será comandada por Romero Jucá. Para dar uma demonstração de união, o PMDB pode nem votar a questão e decidir por aclamação.

Henrique Alves foi o primeiro ministro do PMDB a deixar o governo

Henrique Alves foi o primeiro ministro do PMDB a deixar o governo

Reprodução/Internet

Últimas