Brasil Justiça bloqueia R$ 20 milhões de Beto Richa e outros réus no PR

Justiça bloqueia R$ 20 milhões de Beto Richa e outros réus no PR

Decisão se no âmbito da operação Integração, fase da Lava Jato que investiga um esquema de corrupção envolvendo cobrança de pedágio

  • Brasil | Do R7

O ex-governador do Paraná, Beto Richa

O ex-governador do Paraná, Beto Richa

Keiny Andrade/Folhapress - 3.6.2015

A Justiça Federal no Paraná determinou nesta quarta-feira (4) o bloqueio de bens do ex-governador Beto Richa (PSDB) e mais dezesseis pessoas, além de duas empresas, no valor de aproximadamente R$ 20 milhões, no âmbito da operação Integração, fase da Lava Jato que investiga um esquema de corrupção envolvendo cobrança de pedágio no Paraná.

Richa e os outros envolvidos são acusados pelo Ministério Público Federal de improbidade administrativa em razão da suposta participação em um esquema de pagamento de propina da concessionária Econorte para políticos e agentes públicos. Isso aconteceria em troca de aditivos contratuais, com cancelamento de obras e aumento de tarifas.

A decisão foi proferida pelo juiz Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba. O bloqueio de bens é uma forma de garantir o ressarcimento dos cofres públicos pelos prejuízos causados com o esquema, caso haja uma condenação definitiva no caso.

O R7 não conseguiu localizar a assessoria do ex-governador Beto Richa para comentar a decisão judicial.

Leia mais: Ex-governador Beto Richa é preso pela terceira vez

Últimas