Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Ministro do Trabalho é exonerado para votar pela reforma trabalhista

Medida foi tomada após o suplente do ministro protestar contra o projeto no plenário

Brasil|Do R7

Exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial
Exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial Exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial

O ministro do Trabalho, deputado licenciado Ronaldo Nogueira (PTB), foi exonerado de última hora do cargo para voltar à Câmara e reforçar os votos favoráveis à reforma trabalhista. O ato foi registrado em uma edição extra do Diário Oficial da União publicado na tarde desta quarta-feira (26).

A medida foi tomada após o suplente do ministro, o deputado Assis Melo (PCdoB-RS), se vestir de soldador e protestar contra o projeto no plenário. A manifestação, que paralisou a sessão, irritou deputados governistas, que começaram a articular com o Palácio do Planalto a exoneração de Nogueira.

Mais cedo, os ministros Bruno Araújo (Cidades), Mendonça Filho (Educação) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) já haviam sido exonerados para reforçar a votação.

O nome de Nogueira já consta no painel da Câmara. O ministro do Trabalho, porém, tem feito críticas ao projeto substitutivo do relator Rogério Marinho (PSDB-RN), que ampliou o texto enviado pelo governo. Ele é contra, por exemplo, ao fim do imposto sindical. Questionado sobre essas críticas, um deputado próximo ao presidente Michel Temer disse que era bom o ministro votar com o governo, especialmente se quisesse permanecer no cargo.

Regras para home office, saque do FGTS e grávida em ambiente insalubre: entenda a reforma trabalhista

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.