Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Três anos após primeira imunização, 14% da população do DF não se vacinou contra a Covid

Primeira vacina do Distrito Federal foi no dia 19 de janeiro de 2021; hoje, 425.945 pessoas ainda não estão imunizadas

Brasília|Giovanna Inoue, do R7, em Brasília

425.945 pessoas não tomaram nenhuma dose
425.945 pessoas não tomaram nenhuma dose 425.945 pessoas não tomaram nenhuma dose (Tânia Rêgo/Agência Brasil )

Após três anos da aplicação da primeira vacina contra Covid-19 no Distrito Federal, 14,2% da população elegível não tomaram nenhuma dose do imunizante. Segundo a Secretaria de Saúde (SES), 425.945 pessoas não estão protegidas da doença. Em 19 de janeiro de 2021, a enfermeira Lídia Rodrigues Dantas foi a primeira pessoa a receber a vacina do DF, uma dose de Coronavac.

Os dados apontam que a faixa etária menos vacinada é a de crianças de 5 a 11 anos (25,5% não estão imunizadas). Entre os adultos, um em cada cinco tem entre 40 e 49 anos não tomou nenhuma dose da vacina.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Continua após a publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Continua após a publicidade

O grupo mais imunizado é o de pessoas com 80 anos ou mais, com 99,2% tendo tomado a primeira dose. Eles são seguidos por jovens de 12 a 17 anos, com 97,9% com pelo menos a primeira dose da vacina.

De acordo com o Vacinômetro da SES, mais de 8 milhões de doses de vacinas foram distribuídas no DF até abril de 2023,. A vacina mais distribuída foi a Pfizer, com 3.744.540 doses - 45,1% do total. A Astrazeneca teve 1,8 milhão de doses (22,55%), Coronavac teve 1,4 milhão (17,71%) e a Janssen teve quase 600 mil vacinas distribuídas (7,12). Pfizer Baby e Infantil somam 357 mil doses e 267 mil foram bivalentes.

Continua após a publicidade

Mais da metade das doses distribuídas foi entregue no primeiro ano de vacinação. Foram 5,2 milhões de doses em 2021 e 2,5 milhões em 2022. Em ambos os anos, a Pfizer foi a mais distribuída. Entre janeiro e abril de 2023, foram 206 mil doses, sendo que 56,43% foram bivalentes.

Casos no DF

Desde o início da pandemia, o Distrito Federal registrou 927.834 casos confirmados de Covid-19. Foram 11.952 mortes pela doença, o que corresponde a 1,3%. A maior quantidade de casos confirmados está na faixa de 30 a 39 anos e 40 a 49 anos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.