Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Anderson Torres cumpre prisão em casa e não vai firmar acordo de delação

Advogado do ex-ministro garantiu que ele vai contribuir com as investigações, mas não quer fazer colaboração premiada

Balanço Geral DF|

A defesa do ex-ministro da Justiça e ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal Anderson Torres garantiu que ele não vai firmar um acordo de colaboração premiada no inquérito sobre os atos de vandalismo de 8 de janeiro. De acordo com advogado Eumar Novacki, Torres está disposto a contribuir com as investigações. A decisão do ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal prevê que Anderson Torres cumpra prisão domiciliar, que use tornozeleira eletrônica e fique afastado do cargo de delegado da Polícia Federal. 

VEJA TAMBÉM: 

Moraes manda soltar ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Anderson Torres

Defesa diz que Anderson Torres não vai firmar acordo de delação

Falso estudante de medicina fingiu doença para conseguir dinheiro da namorada

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.