Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Bolsonaro participa nesta terça de fórum de investimentos em SP

Chefe do Executivo vai comparecer ainda na cerimônia de Toque de Campainha para celebrar a privatização da Eletrobras 

Brasília|Do R7

O presidente Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro deverá participar, nesta terça-feira (14), às 9h, do maior fórum de investimentos da América Latina, o BIF (Brasil Investment Forum) 2022. O evento, que está na quinta edição e ocorrerá de forma híbrida em São Paulo, deve reunir ainda ministros, representantes de bancos de desenvolvimento e executivos de empresas para debater o ambiente de negócios brasileiro.

Organizado pela Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e pelos ministérios das Relações Exteriores e Economia, o BIF contará com painéis sobre a conjuntura econômica brasileira e mundial, tendências e competividade em setores como agronegócio, infraestrutura, energia, imobiliário, inovação e tecnologia da informação.

Eletrobras

Bolsonaro deverá participar ainda, nesta terça, da cerimônia de Toque de Campainha para celebrar a oferta de ações que resultou na privatização da Eletrobras e movimentou cerca de R$ 33 bilhões. O evento, realizado a partir das 12h, contará com a presença de ministros como Paulo Guedes (Economia) e Adolfo Sachsida (Minas e Energia), além de autoridades da Eletrobras, BNDES e B3, a Bolsa brasileira. Após o ato, está prevista uma coletiva de imprensa.

O ajuste de preço da estatal, a maior empresa de energia elétrica da América Latina, foi alvo de uma intensa disputa entre investidores locais e estrangeiros. A venda da Eletrobras via Bolsa foi o maior movimento de desestatização do país em duas décadas. A fatia do governo e do BDNES no negócio deve cair para cerca de 35%. A negociação das ações da companhia começou na Bolsa de Valores nesta segunda-feira (13), com preço por ação definido em R$ 42.

Publicidade

A oferta da Eletrobras teve um empurrão importante da possibilidade de uso de recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para a compra de ações. Foi a primeira vez em cerca de 20 anos que o trabalhador brasileiro teve essa oportunidade. Antes, isso ocorreu com papéis da Vale e da Petrobras.

Leia também

Diante da oportunidade, a demanda foi alta: cerca de 350 mil pessoas reservaram ações da companhia. O teto para uso do FGTS era de R$ 6 bilhões, mas a demanda ficou em R$ 9 bilhões, ou 50% a mais. Por essa razão, deverá haver uma redução em relação aos valores reservados por trabalhadores.

O investidor que fez uso de seu FGTS para entrar na oferta não poderá se desfazer do investimento por um prazo de no mínimo 12 meses — exceto em alguns casos, como o de demissão sem justa causa.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.