Brasília Governo do DF vai investir R$ 3,8 milhões para retomar centros de atendimento à juventude

Governo do DF vai investir R$ 3,8 milhões para retomar centros de atendimento à juventude

Expectativa é de que unidades beneficiem 10 mil jovens e comecem a funcionar em abril, com oferta de cursos; veja

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Centros serão implementados em cinco RAs

Centros serão implementados em cinco RAs

Joel Rodrigues/Agência Brasília

O governo do Distrito Federal vai investir R$ 3,8 milhões para retomar os atendimentos nos centros da juventude. A expectativa é de que os espaços comecem a funcionar em abril e beneficiem 10 mil jovens em situação de vulnerabilidade social em cinco regiões administrativas.

Em fevereiro o governo deve divulgar o processo de licitação que vai definir a organização  que vai gerir os espaços. Segundo a Secretaria da Família e Juventude, os centros serão montados na Estrutural, Recanto das Emas, Samambaia, Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol.

Cada centro de convivência regional atenderá 2 mil adolescentes e jovens entre 15 e 29 anos, com atividades voltadas para educação, cultura, saúde, cidadania e inclusão social.

Um dos objetivos é atender os jovens que não estudam e nem trabalham. Hoje, o DF tem cerca de 175 mil nesta categoria. Para isso, os espaços vão oferecer cursos profissionalizantes em informática, massoterapia e manutenção de celulares.

Últimas