Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

DF sedia segunda etapa regional das Paralimpíadas Escolares com 530 atletas em três modalidades

Cerca de 900 representantes de 12 unidades da federação participam da classificatória para a fase nacional, em São Paulo

Brasília|Giovanna Inoue, do R7, em Brasília

Além de natação, haverá atletismo e bocha no DF
Além de natação, haverá atletismo e bocha no DF Além de natação, haverá atletismo e bocha no DF

O Distrito Federal começou a sediar nesta quarta-feira (30) a segunda etapa regional das Paralimpíadas Escolares, o maior evento esportivo do mundo para pessoas com deficiência em idade escolar. Cerca de 900 representantes de 12 unidades da federação (veja a lista completa mais abaixo) participam da classificatória para a fase nacional da competição, que ocorrerá em São Paulo, em novembro.

Na etapa do DF, 530 atletas competirão em natação, atletismo e bocha. Eles são os 101 nadadores que competem no Clube do Exército. As prova de atletismo, com 379 competidores, e a bocha, com 50 jogadores, serão realizadas no Clube Integrado de Educação Física (CIEF). As provas e disputas serão realizadas entre esta quinta (31) e sexta (1º). Os atletas têm entre 11 e 17 anos e são deficientes visuais, físicos e intelectuais.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

O secretário substituto de Esporte e Lazerdo DF, Renato Junqueira, afirma que a secretaria deve ser uma "facilitadora na vida de crianças e jovens que vislumbram um futuro no esporte".

É muito mais que uma pauta de sensibilidade%2C é uma pauta de dignidade. Eu acredito que o DF está se posicionando%2C para%2C de fato%2C se tornar a capital do esporte.

(Renato Junqueira, secretário substituto de Esporte e Lazerdo DF)

As etapas regionais, que classificam os atletas para a fase nacional, são divididas em três. A primeira etapa regional foi realizada em Belém (PA), entre 9 e 11 deste mês. O evento reuniu cerca de 500 participantes de 10 estados na capital paraense.

Publicidade

A terceira e última fase regional das Paralimpíadas Escolares ocorrerá no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, entre 6 e 8 de setembro. O local também receberá a etapa nacional, de 28 de novembro a 1º de dezembro. Os três primeiros colocados nas regionais de atletismo e natação se classificam automaticamente para a nacional. Já na bocha, os dois primeiros, por gênero, conquistam a vaga.

500 participantes a mais

Em 2023, ao todo, o evento vai receber cerca de 1.800 atletas nas quatro fases. Todas as 27 unidades federativas do país serão representadas, sendo a maior quantidade da história da competição. Os inscritos de 2023 superam os 1.300 participantes da edição do ano passado, quando apenas o Piauí não teve atletas.

Publicidade

O deputado Martins Machado (Republicanos) afirma que o evento é importante para dar visibilidade ao DF no cenário esportivo. "A visão é que em Brasília, com a estrutura que temos de hotéis, campos de futebol, centro olímpico, ginásio, a gente pode promover eventos mundiais para levar o DF a novos patamares", elucida.

Leia também

Junqueira enfatiza que o Distrito Federal está trabalhando para trazer grandes eventos esportivos para a capital federal, especialmente, os Jogos da Juventude de 2025 e seletivas para campeonatos mundiais.

"O DF ajuda por estar no miolo, no centro do Brasil. Isso ajuda na logística. Então, unimos o útil ao agradável e fazemos com que a nossa secretaria se debruce para que esses eventos realmente sejam viabilizados", reforça.

Confira 12 as unidades da federação participantes:

• Acre

• Amazonas

• Bahia

• Distrito Federal

• Goiás

• Minas Gerais

• Mato Grosso

• Mato Grosso do Sul

• Piauí

• Rondônia

• Roraima

• Tocantins

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.