Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Flávio Dino vai ao RN nesta segunda-feira acompanhar trabalho da Força Nacional

Ida do ministro da Justiça ao estado foi anunciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) neste domingo em uma rede social

Brasília|Do R7*, em Brasília

Agentes da Força Nacional ajudam no enfrentamento dos ataques terroristas no RN
Agentes da Força Nacional ajudam no enfrentamento dos ataques terroristas no RN Agentes da Força Nacional ajudam no enfrentamento dos ataques terroristas no RN

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, vai ao Rio Grande do Norte amanhã, segunda-feira (20), para acompanhar o trabalho da Força Nacional no enfrentamento dos atentados criminosos que ocorrem em diversas cidades do estado desde a noite da última segunda-feira (13).

O anúncio foi feito em uma rede social pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) neste domingo (19). O presidente disse que tem conversado com a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), e com o ministro Flávio Dino. 

Ontem, sábado (18), Dino determinou o envio de mais cem policiais ao Rio Grande do Norte. Segundo o ministro, eles se juntam aos mais de 500 agentes da Força Nacional e de forças federais que ajudam o governo do estado.

Balanço dos ataques

Desde o início dos episódios de violência, foram contabilizados ao menos 259 ataques a prédios públicos, comércios e veículos. De acordo com a polícia do estado, pelo menos 104 pessoas já foram presas e 10 suspeitos transferidos para presídios federais.

Publicidade

A Secretaria de Segurança Pública do estado afirma que 117 suspeitos foram presos desde o início dos ataques. Ainda de acordo com a pasta, 13 foragidos da Justiça foram recapturados, e três adolescentes, apreendidos.

A polícia apreendeu com os suspeitos quase 100 artefatos explosivos, 34 armas de fogo, 26 galões com combustível, dinheiro, drogas e munições.

Publicidade

Houve menos atos de terrorismo desde a madrugada deste domingo por causa, acredita-se, das fortes chuvas que caíram em Natal e nas cidades vizinhas ao longo da madrugada. De 103 ataques na última segunda-feira, o número de ocorrências caiu para 10 nas últimas horas. 

Diante dos atos terroristas, alguns municípios recolheram suas frotas do transporte público para evitar que mais veículos fossem incendiados. Além disso, universidades públicas, como a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e escolas particulares da região suspenderam as aulas.

Publicidade

Os serviços de transporte público e coleta de lixo foram retomados na sexta-feira (17) em Natal, mas a prefeitura ainda não se pronunciou sobre a reabertura de postos de saúde e escolas. 

* Com informações da Agência Estado

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.