Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Governo do DF vai priorizar pessoas com deficiência em lista da Codhab

Meta é atender com lotes e moradia até 4.000 famílias com PCDs que aguardam nos cadastros da Companhia Habitacional do DF

Brasília|Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Ibaneis em solenidade com PCDs em Ceilândia
Ibaneis em solenidade com PCDs em Ceilândia Ibaneis em solenidade com PCDs em Ceilândia

O Governo do DF está agilizando os processos de inscrição e habilitação de pessoas com deficiência (PCDs) no cadastro habitacional da Companhia Habitacional do Distrito Federal (Codhab). A expectativa é atender com lotes e moradia até 4.000 famílias com PCDs que aguardam nas listas. A estimativa é que cerca de 600 mil pessoas que moram na capital tenham algum tipo de deficiência.

O anúncio sobre a prioridade no cadastramento dessas famílias foi feito em uma solenidade em Ceilândia neste sábado (14). A Secretaria da Pessoa com Deficiência (SEPD) será o órgão responsável por avaliar a documentação dos cadastrados.

Leia também

A partir de 30 de maio, essa parcela da população já poderá fazer o pedido para entrar na lista de espera das unidades habitacionais. De acordo com o governo, o programa atenderá apenas “pessoas com deficiência ou seus representantes legais que se enquadrem na política habitacional do DF, estabelecida pela lei distrital nº 3.877/2006”.

Infraestrutura para PCDs

As famílias contempladas serão direcionadas a unidades imobiliárias e lotes no Sol Nascente e no Recanto das Emas. “Estamos com quatro áreas urbanizadas para serem distribuídas para as pessoas construírem suas moradias e terem seu lar com dignidade. Pretendemos entregar, pelo menos, 4.000 lotes. O DF tem um número elevado de pessoas com algum tipo de deficiência, e por isso criamos uma secretaria específica para atender esse público”, afirmou Ibaneis Rocha.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.