Brasília Governo envia ao Senado indicação de novo defensor público-geral da União

Governo envia ao Senado indicação de novo defensor público-geral da União

Nome de Igor Roberto Albuquerque Roque passará por sabatina na Casa; se aprovado, ele ocupará o lugar de Daniel de Macedo Pereira

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Indicado passará por sabatina no Senado

Indicado passará por sabatina no Senado

Ailton de Freitas / DPU - 28.11.2022

O presidente em exercício, Geraldo Alckmin, enviou ao Senado a indicação de Igor Roberto Albuquerque Roque para o cargo de defensor público-geral federal. O despacho foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (19). O indicado vai passar por sabatina no Senado. Se aprovado, Roque ocupará o lugar de Daniel de Macedo Alves Pereira.

Desde janeiro, o governo estava adiando a definição de um nome para ocupar o cargo. A demora em indicar quem vai chefiar a instituição teria gerado desconforto entre os servidores do órgão, que cobravam do Executivo uma solução rápida, para evitar prejuízos aos serviços fornecidos pela Defensoria Pública da União (DPU).

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

No fim de 2022, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou Daniel Pereira, então defensor público-geral federal, para um novo mandato de dois anos, mas a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) interferiu no processo e inviabilizou a recondução dele ao cargo.

Pereira tinha sido o mais votado de uma lista tríplice formulada pela Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais (Anadef) e ficado à frente de Igor Roque e Leonardo Magalhães.

O nome de Macedo não agradou à equipe de Lula, que decidiu impedir uma nova posse dele à frente da DPU. Essa postura do governo faz parte de um processo conduzido pela equipe do presidente para evitar a presença na administração pública de pessoas que tenham trabalhado ao longo do mandato do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Perfil

Graduado pela Universidade Católica de Pernambuco, o indicado do governo é ex-procurador federal da Advocacia-Geral da União (AGU). Ele também é presidente da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais.

Últimas