Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Lula diz que são positivas as perspectivas de financiamento do BNDES para Argentina

Eventual empréstimo seria para exportações de produtos para a construção do gasoduto presidente Néstor Kirchner

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Alberto Fernández está novamente em Brasília
Alberto Fernández está novamente em Brasília Alberto Fernández está novamente em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) informou, nesta segunda-feira (26), que são positivas as perspectivas de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) das exportações de produtos para a construção do gasoduto presidente Néstor Kirchner, na Argentina. O brasileiro ainda anunciou o lançamento do Plano de Ação para o Relançamento da Aliança Estratégica.

"Hoje adotamos um ambicioso Plano de Ação para o Relançamento da Aliança Estratégica. São quase cem ações que dão concretude ao nosso projeto conjunto de desenvolvimento. Fico muito satisfeito com as perspectivas positivas de financiamento do BNDES à exportação de produtos para a construção do gasoduto presidente Néstor Kirchner", disse Lula.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Continua após a publicidade

"Estamos trabalhando na criação de uma linha de financiamento abrangente das exportações brasileiras para a Argentina. Não faz sentido que o Brasil perca espaço no mercado argentino para outros países porque esses oferecem crédito e nós não", acrescentou o presidente brasileiro.

Uma das atribuições do BNDES é financiar a exportação de bens e serviços de engenharia. Nessas operações, o banco desembolsa os recursos exclusivamente no Brasil, em reais, para a empresa brasileira, à medida que as exportações vão sendo realizadas.

Continua após a publicidade

Esses financiamentos são determinados pelo governo federal, que estabelece as operações, os países de destino, as condições contratuais (valor, prazo, equalização da taxa de juros e seguros) e os mitigadores de risco. Já com essas aprovações, o processo chega ao banco em sua parte final, em que é analisado e, se estiver em conformidade com as normas, aprovado.

Quem fica com a dívida, contudo, é o país estrangeiro, porque ele é o responsável por fazer o pagamento, que deve ser acrescido de juros. Atualmente, a Venezuela é a maior devedora: R$ 3,5 bilhões. Depois vêm Cuba, com R$ 1,22 bilhão, e Moçambique, que deve R$ 628 milhões.

Continua após a publicidade

Como noticiou o R7, a expectativa da Argentina é conseguir financiamento de cerca de 689 milhões de dólares para a execução da segunda etapa do gasoduto presidente Néstor Kirchner, na região de Vaca Muerta, na Patagônia. O local tem a segunda maior reserva de gás de xisto do mundo e é a quarta maior em óleo de xisto.

As declarações foram dadas por Lula no Palácio Itamaraty, em Brasília. Na ocasião, o brasileiro condecorou o presidente da Argentina, Alberto Fernández, e a primeira-dama argentina, Fabiola Yáñez, com as honrarias Cruzeiro do Sul e Ordem do Rio Branco, respectivamente.

Durante o evento, Lula ressaltou que a Argentina é o terceiro destino das exportações brasileiras, enquanto o Brasil é o principal mercado para os produtos argentinos. “Precisamos avançar nessa direção, com novas e criativas soluções que permitam maior integração financeira e facilitem nossas trocas. Entre as opções está a adoção de uma moeda de referência específica para o comércio regional, que não eliminará as respectivas moedas nacionais", defendeu o chefe de Estado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.