Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Lula e ministros visitam áreas atingidas pelas chuvas no MA

Segundo o Corpo de Bombeiros do Maranhão, são mais de 60 municípios em estado de emergência 

Brasília|Do R7

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobrevoa região atingida pela chuva no Maranhão
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobrevoa região atingida pela chuva no Maranhão O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobrevoa região atingida pela chuva no Maranhão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarcou, na manhã deste domingo (9), acompanhado de vários ministros, para a região de Mearim, no Maranhão, fortemente atingida pelas chuvas e enchentes. "O governo federal está trabalhando ao lado de prefeituras e do governo estadual para atender e auxiliar os atingidos", disse o petista nas redes sociais.

De acordo com a agenda oficial, Lula desembarca em Bacabal às 9h. Na sequência, o presidente sobrevoa as áreas inundadas na região de Trizidela do Vale e Pedreira e se encontra com prefeitos e autoridades locais. Depois, ele deve fazer uma declaração à imprensa. O presidente volta, às 11h, para Brasília.

Ao menos 64 municípios decretaram situação de emergência, segundo o Corpo de Bombeiros
Ao menos 64 municípios decretaram situação de emergência, segundo o Corpo de Bombeiros Ao menos 64 municípios decretaram situação de emergência, segundo o Corpo de Bombeiros

Na comitiva presidencial rumo ao Maranhão, Lula está acompanhado de diversos ministros, como Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública), Alexandre Padilha (Secretaria de Relações Institucionais), Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) e Waldez Goés (Integração e do Desenvolvimento Regional).

Segundo o Corpo de Bombeiros do Maranhão, são mais de 60 municípios em estado de emergência. Mais de 35 mil maranhenses foram afetados, sendo que 7.500 deles estão sem abrigo. De acordo com a corporação, seis mortes já foram confirmadas em decorrência dos desabamentos e enchentes em diversos lugares desde que as chuvas começaram, em março.

Equipes do Corpo de Bombeiros, das prefeituras, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e da Sedes (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social) realizam operação para auxiliar as vítimas no interior do Maranhão. Além de cestas básicas, garrafas de água e colchões também foram enviados para as regiões mais afetadas.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.