Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'O pensamento progressista sempre negligenciou a questão da segurança pública', diz Barroso

Em outro momento, presidente do STF disse que há um risco de o Brasil perder a soberania da Amazônia para o crime

Brasília|Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Para Barroso, há risco de o Brasil perder a soberania da Amazônia
Para Barroso, há risco de o Brasil perder a soberania da Amazônia Para Barroso, há risco de o Brasil perder a soberania da Amazônia (Jose Cruz/Agência Brasil)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Roberto Barroso, disse nesta quarta-feira (17) que o pensamento progressista sempre negligenciou a questão da segurança pública, atribuindo à pobreza e à desigualdade. Segundo Barroso, o problema da segurança pública e da violência “tem se agravado” na América Latina. 

"Precisamos incluir essa preocupação na agenda progressista. Pobre também precisa de segurança pública e nós nos atrasamos". A declaração de Barroso ocorreu no painel “A Key Moment for Latin America” durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

Soberania na Amazônia

Em outro momento, Barroso disse que há um risco de o Brasil perder a soberania da Amazônia, não para outros países, mas para o crime.

"Haverá um agravamento da mudança climática, pela perda do seu papel de armazenamento de carbono. Além do incremento do aquecimento global, haverá redução drástica das chuvas que, no caso brasileiro, são imprescindíveis para o agronegócio e para a geração de energia. Vale dizer: não haverá agronegócio poderoso sem a Amazônia", disse.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.