Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Pacheco critica fala de Barroso sobre bolsonarismo: 'Inadequada, inoportuna e infeliz'

Em um evento da UNE, o magistrado disse que o Brasil 'derrotou o bolsonarismo'; aliados de Bolsonaro pedem o impeachment do ministro

Brasília|Hellen Leite, do R7, em Brasília

Rodrigo Pacheco (PSD-MG) no plenário do Senado
Rodrigo Pacheco (PSD-MG) no plenário do Senado Rodrigo Pacheco (PSD-MG) no plenário do Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), criticou nesta quinta-feira (13) o comentário do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso em um congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE). Na quarta-feira (12), o ministro criticou o "bolsonarismo" e disse que a ala política foi "derrotada". “Nós derrotamos a censura, nós derrotamos a tortura, nós derrotamos o bolsonarismo para permitir a democracia e a manifestação livre de todas as pessoas”, disse Barroso. Para Pacheco, a fala foi "inadequada, inoportuna e infeliz".

"Foi muito inadequado e inoportuna e infeliz a fala do ministro Barroso no evento da UNE em relação a um segmento político, uma ala política à qual eu não pertenço, mas que é uma ala política. A arena política se resolve com as manifestações políticas e com a ação política dos sujeitos políticos. O ministro do STF evidentemente deve se ater ao seu cumprimento constitucional, de julgar aquilo que é demandado", afirmou Pacheco.

Pacheco também disse que espera uma "reflexão" de Barroso sobre a fala. "Todos nós temos o direito de errar e de ter uma fala infeliz em algum momento. O ministro Barroso tem excelentes qualidades", disse.

Pacheco evitou comentar a possibilidade de impeachment de ministros da Suprema Corte. Após a declaração de Barroso, parlamentares aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro planejam entrar com um pedido de impeachment do ministro da Corte.

Mais cedo, o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou uma nota em que afirma que o ministro se referia ao “voto popular” quando disse “nós derrotamos o bolsonarismo”, e não “à atuação de qualquer instituição”.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.