Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

PF faz busca e apreensão em endereços de suspeitos de invadir perfil de Janja em rede social

Ataque hacker ocorreu na noite de segunda-feira; operação da Polícia Federal ocorre em Minas Gerais

Brasília|Gabriela Coelho, do R7, e Natália Martins, da Record

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão
Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (12) quatro mandados de busca e apreensão em endereços de Minas Gerais, onde foram identificados os perfis suspeitos de invadir a conta da primeira-dama Janja Lula da Silva em uma rede social.

A ordem de busca e apreensão partiu do Supremo Tribunal Federal. 

O ataque hacker ocorreu na noite de segunda-feira (11), e a conta foi bloqueada a pedido da corporação. Entre as publicações falsas, que começaram às 21h37 e incluem xingamentos e mensagens misóginas e de cunho sexual, há frases como "Eu apoio o mensalão" e "Alexandre de Moraes é bandido", em referência ao ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com informações obtidas pela reportagem, há dois menores de idade envolvidos na invasão hacker. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Continua após a publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Continua após a publicidade

Assine a newsletter R7 em Ponto

Na mesma rede social, o ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, afirmou que os criminosos "serão identificados e responderão" pelo crime.

Por meio de um áudio publicado no perfil da primeira-dama, o invasor da página disse que está "ciente de que a Polícia Federal está investigando" o caso. "Não estou nem aí! Isso acontece só com gente honesta, que está aqui zoando um pouco na rede social," afirma a pessoa no áudio postado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.