Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

‘Recurso do PT não tem cabimento’, diz Moro sobre processo de cassação

Mais cedo, PT no Paraná comunicou que não vai recorrer da decisão que manteve o mandato do ex-juiz da Lava Jato no Senado

Brasília|Do R7, em Brasília

Senador Sergio Moro (União-PR) no JR Entrevista (JR Entrevista/Reprodução)

Em participação no JR Entrevista nesta quinta-feira (23), o senador Sergio Moro (União-PR) voltou a afirmar que a decisão do Judiciário em manter o mandato dele foi “técnica”. Para o senador, o fato de o PT não recorrer da decisão se deve ao fato de que um recurso “não tem cabimento e nem admissibilidade”. Mais cedo, o PT do Paraná anunciou que não dará continuidade ao processo que pedia a perda do mandato do senador.

“O assunto está completamente encerrado. Não tem cabimento um recurso ao STF, por não ter uma questão constitucional envolvida. Não é nenhum favor [o PT não] recorrer. Não vão recorrer porque não tem cabimento e admissibilidade”, afirmou à jornalista Tainá Farfan.

Moro destacou que os autores das ações, movidas pelo PT e pelo PL, queriam “se aproveitar de uma ideia de revanchismo contra a Operação Lava Jato e contra mim, tentando cassar meu mandato sem motivo legítimo”, afirmou. Ele também alegou que algumas acusações eram “absurdas”, como o uso de seguranças durante a campanha eleitoral.

“Não recebi nenhum favor do TSE. Foi um julgamento justo, ao qual tínhamos direito. No cenário atual de turbulência política, mencionei que sempre tive o apoio e conforto dos meus pares no Senado”, disse.

Publicidade

As ações, analisadas em conjunto pelos magistrados, apontavam abuso de poder econômico, uso de caixa dois e utilização indevida de meios de comunicação durante a pré-campanha eleitoral de 2022. Votaram a favor da manutenção do mandato de Moro Floriano Marques, André Ramos Tavares, Cármen Lúcia, Nunes Marques, Raul Araújo, Isabel Gallotti e Alexandre de Moraes, presidente da Corte.

O programa apresentado por Tainá Farfan vai ao ar às 20h na Record News. A entrevista também estará disponível no portal R7, nas redes sociais e na plataforma PlayPlus.

Publicidade



Publicidade







Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.