Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Secretaria de Segurança do DF não foi informada sobre manifestações previstas para este domingo

A orientação do Governo do DF é que seja notificada sobre manifestações com, no mínimo, três dias úteis antes do ato

Brasília|Sarah Paes, do R7, em Brasília

Pessoas desembarcaram próximo ao quartel general do Exército na manhã deste domingo (8), em Brasília
Pessoas desembarcaram próximo ao quartel general do Exército na manhã deste domingo (8), em Brasília Pessoas desembarcaram próximo ao quartel general do Exército na manhã deste domingo (8), em Brasília

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou ao R7 que os atos públicos previstos para ocorrer em Brasília neste domingo (8) não foram cadastrados junto à pasta. No entanto, "os atos públicos previstos para este final de semana foram identificados previamente e estavam sendo monitorados", informou a secretaria. Não há horário confirmado para o ato.

O monitoramento das movimentações é feito de maneira integrada entre as forças de segurança e outros 29 órgãos, desta forma, a pasta informou que o fechamento da Esplanada dos Ministérios, no sábado (7), foi realizado "para garantia da segurança e atuação das forças de segurança."

Há um protocolo para que uma manifestação popular ou um evento ocorra em área pública. O objetivo é garantir a segurança da população por meio do planejamento operacional. A Secretaria de Segurança pede que seja notificada sobre a pretensão de manifestação pública com, no mínimo, três dias úteis antes da realização do evento.

Em Brasília, o primeiro passo é procurar a administração regional, responsável por conceder a licença. O cadastro é feito por e-mail e os eventos são classificados conforme a estimativa de público.

Publicidade

"De toda forma, cabe destacar que o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) faz acompanhamento de eventos, shows e manifestações, mesmo sem comunicação prévia, visando reduzir os impactos na segurança e rotina da cidade", explicou a secretaria.

Leia também

A área central de Brasília foi interditada no sábado (7) após a chegada de vários ônibus com apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Manifestações estão sendo convocadas pelos bolsonaristas por meio das redes sociais e grupos de WhatsApp e Telegram.

Após ameaças de manifestações violentas e a chegada de caravanas contrárias ao resultado das eleições presidenciais, Flávio Dino, ministro da Justiça e Segurança Pública, assinou uma portaria que autoriza o uso da Força Nacional na capital federal entre este sábado (7) e segunda-feira (9).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.