Cidades Conib repudia ataque a comerciante judia na Bahia: 'Repugnante' e 'covarde'

Conib repudia ataque a comerciante judia na Bahia: 'Repugnante' e 'covarde'

Nas redes sociais, um vídeo gravado pela vítima mostra o momento em que uma mulher faz xingamentos e avança contra ela

  • Cidades | Do R7, em Brasília

Reprodução/ redes sociais

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) e a Sociedade Israelita da Bahia repudiaram a agressão antissemita contra uma comerciante judia em Arraial d’Ajuda, na Bahia. Em nota, a Conib classificou o ataque como “repugnante” e “covarde”, e pediu reforço no combate ao antissemitismo no Brasil.

Nas redes sociais, um vídeo gravado pela vítima mostra o momento em que uma mulher faz xingamentos e avança contra a comerciante. Um homem aparece tentando conter a agressora, mas ela ainda consegue quebrar alguns objetivos da loja da vítima.

A comerciante registrou um boletim de ocorrência e, de acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar os crimes de racismo, ameaça, danos morais e lesão corporal. Os policiais ainda afirmaram que diligências estão sendo realizadas para localizar a autora.

Em nota conjunta, as entidades ainda solicitaram uma investigação no caso e pediram moderação.

Confira a íntegra da nota:

"A Conib e a Sociedade Israelita da Bahia denunciam a repugnante agressão contra uma comerciante judia em Arraial da Ajuda, na Bahia, pelo simples fato de ela ser judia. Uma agressão covarde, antissemita, que deve ser investigada como crime de ódio e seguir o seu devido processo legal. A Conib vem pedindo moderação e equilíbrio às nossas lideranças para não importarmos o trágico conflito em curso no Oriente Médio. O antissemitismo deve ser condenado por todos, e sua explosão nos últimos meses aqui no Brasil e no mundo é consequência de visões odiosas e distorcidas sobre Israel e judeus manifestadas por personalidades e distribuídas pelas redes sociais. Isso precisa acabar para evitarmos consequências ainda mais graves".

Últimas