Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Em MS, 61% das famílias terminaram 2023 endividadas

Índice é superior ao de dezembro de 2022, quando 60,5% informavam estar endividados

Diário Digital|

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor ( PEIC) fechou dezembro de 2023 com índice de 61,4% das famílias endividadas em Mato Grosso do Sul, base Campo Grande, conforme pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

O índice é superior ao de dezembro de 2022, quando 60,5% informavam estar endividados. Os indicadores de inadimplência, porém, foram menores, com 28,6% informando contas em atraso, contra 29,8% no ano anterior e 10,4% referindo que não teriam condições de pagar as dívidas, frente a 12,9% em 2022. 

"O endividamento, por si, não é algo negativo, uma vez que significa que as pessoas estão assumindo compromissos parcelados e consumindo. Desde que esteja dentro de um planejamento orçamentário e não incorra em inadimplência, a compra com o crédito é saudável para fazer a economia girar", explica a economista do Instituto de Pesquisa da Fecomércio MS, Regiane Dedé de Oliveira.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.