Diário Digital Secretaria planeja capacitar 3,5 mil em cursos de geração de renda

Secretaria planeja capacitar 3,5 mil em cursos de geração de renda

Serão realizados cursos nas áreas da beleza, culinária e artesanato

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital

Disputados pelos usuários de Cras e moradores das sete regiões da Capital, os cursos e oficinas de geração de renda promovidos pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), terão sua grade ampliada este ano com novidades nas áreas de culinária e artesanato.

De acordo com a gerente de Trabalho e Ações de Cidadania, Mirian Varella, a partir de abril, uma parceria entre a SAS e o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), vai levar aos usuários das unidades, cursos de artesanato em fibras naturais (taboa e/ou bananeira), artesanato em palha de milho, conserva de frutas e conservas de hortaliças.

“A ideia é oferecer o maior número possível de capacitações que possam ampliar as oportunidades para as pessoas terem uma renda extra. Queremos fomentar o empreendedorismo”, ressaltou Mirian.

No ano passado, a Gerência de Trabalho e Ações de Cidadania realizou 57 cursos e 55 oficinas, capacitando e certificando 3.345 pessoas. A meta em 2024 é qualificar 3,5 mil em cursos da área da beleza, culinária e artesanato.

Os cursos de design de sobrancelhas, manicure e pedicure já tiveram início nos Cras Canguru e Los Angeles, com média de 20 a 40 alunos.

Participando pela primeira vez de uma capacitação no Cras Los Angeles, Lorena Riquelme Pereira aprovou a primeira aula. “Achei ótimo, a professora é muito paciente e estou gostando muito”, contou a dona de casa, que pretende investir na área da beleza com o curso de manicure.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital

Empolgada com a oportunidade de começar o ano aprendendo uma nova profissão, Regina Mateus da Silva elogiou a estrutura do curso de design de sobrancelhas e o profissionalismo da professora Rosana Casa Grande. “Está sendo uma chance de ouro. Já tinha feito o de manicure, mas não consegui adquirir o material após o curso. Agora me preparei um ano para este e vou seguir em frente porque quero investir nessa área. Até já fiz a sobrancelha da minha filha e todo mundo adorou”, comemorou.

Sugestões - Ainda neste primeiro semestre, além das novidades, os Cras e CCI’s irão oferecer as oficinas tradicionais de customização em patch aplique, bordado em chinelo, um dos mais concorridos, amigurumi e crochê em barbante.

De acordo com Mirian Varella, para decidir a grade de cursos e oficinas ofertados, os profissionais da gerência buscam sugestão dos usuários para ir ao encontro das necessidades de famílias que necessitam aumentar a renda. “Nosso público é formado principalmente por mulheres, responsáveis por suas famílias, que estejam inscritas no Cadastro Único, que recebem benefícios de transferência de renda e que procuram novos conhecimentos ou aperfeiçoamento para o aumento da renda familiar ou mesmo a conquista de um emprego”, disse.

As aulas são gratuitas, assim como todo material disponibilizado em sala e o objetivo é garantir a integração dos usuários da assistência social ao mundo do trabalho por meio de ações voltadas à superação das vulnerabilidades sociais, por isso a equipe da GTAC sempre busca parcerias para a realização dos cursos, como ocorreu em 2023 com o curso de Tapete de Nozinho, realizado junto com o FAC, que também foi parceiro no curso de Ovos de Páscoa e o de manicure, junto com a Secretaria da Juventude.

Além de ser uma oportunidade de geração de renda para as famílias, as capacitações são organizadas em um ambiente acolhedor, que incentiva o empoderamento dos participantes, reforçando as qualidades dos alunos, já que muitas vezes o usuário chega fragilizado ao Cras, como ressalta a coordenadora do Cras Canguru, Marcia da Silva.

Para conquistar as alunas, a estratégia é o fortalecimento mútuo. “Montamos um grupo de WhatsApp onde conversamos e trocamos mensagens carinhosas e de apoio. É um tipo de autoajuda. Sempre falo sobre a perspectiva de crescimento que elas têm a partir da capacitação. O sucesso deste primeiro curso do ano está sendo tão grande que elas já pediram outros”, revelou Márcia.

Últimas